Conjunções e disjunções entre comunicação e poética: alguns apontamentos

Autores

  • Gilson S. Raslan Filho UEMG, campus Divinópolis

DOI:

https://doi.org/10.5216/c&i.v13i2.20712

Palavras-chave:

Comunicação. Poética. Práticas cotidianas. Estética. Subjetivação.

Resumo

É possível reunir poética e comunicação cotidiana e, assim, torná-las fenômenos não exclusivos? Este texto parte dessa questão e busca identificar os movimentos que possibilitaram a cisão. Assim, vê-se que, no esforço de superação da metafísica do pensamento moderno e contemporâneo, há a reafirmação da metafísica; na crítica a Platão, uma espécie de injustiça filosófica que retira de seu pensamento o elogio à poesia; na dissociação entre comunicação e poética a superfície visível desses equívocos. Assim, este texto é construído em arguir a razão por que houve a cisão, e em que medida tal separação traz em seu fundo a racionalidade e a razão centrada no sujeito, desde Nietzsche e seus seguidores até a tentativa de resgate da racionalidade por Habermas

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Gilson S. Raslan Filho, UEMG, campus Divinópolis

Professor-pesquisador em Comunicação e Cultura; Professor do Mestrado em Desenvolvimento Regional da UEMG, campus Divinópolis

Downloads

Publicado

2012-10-19

Como Citar

RASLAN FILHO, G. S. Conjunções e disjunções entre comunicação e poética: alguns apontamentos. Comunicação & Informação, Goiânia, Goiás, v. 13, n. 2, p. 57–65, 2012. DOI: 10.5216/c&i.v13i2.20712. Disponível em: https://revistas.ufg.br/ci/article/view/20712. Acesso em: 2 out. 2022.

Edição

Seção

Artigos