A memória do telejornalista brasileiro através da história oral

Autores

  • Valquíria Passos Kneipp

DOI:

https://doi.org/10.5216/c&i.v12i2.12265

Palavras-chave:

Jornalismo, História Oral, Telejornalista, Modelo Americano

Resumo

Este artigo apresenta a utilização do estatuto da história oral junto com outras possibilidades metodológicas na realização de uma pesquisa qualitativa sobre o telejornalista brasileiro. Através de 37 entrevistados, divididos em décadas, desde a implantação da televisão, em 1950, até os anos 1990, foi possível conhecer um pouco desta trajetória comunicacional.A perspectiva dos profissionais de telejornalismo como colaboradores trouxe, através da memória deles, informações complementares à história da televisão brasileira. A influência americana também foi investigada e avaliada dentro deste processo evolutivo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2010-11-03

Como Citar

KNEIPP, V. P. A memória do telejornalista brasileiro através da história oral. Comunicação & Informação, Goiânia, Goiás, v. 12, n. 2, p. 11–20, 2010. DOI: 10.5216/c&i.v12i2.12265. Disponível em: https://revistas.ufg.br/ci/article/view/12265. Acesso em: 22 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos