O uso de jogos por professores de Geografia na Educação Básica

Autores

  • Tais Pires de Oliveira Universidade Estadual de Maringá, Maringá, Paraná, Brasil. http://orcid.org/0000-0002-9965-0999
  • Claudivan Sanches Lopes Universidade Estadual de Maringá, Maringá, Paraná, Brasil.

DOI:

https://doi.org/10.5216/ag.v13i3.55143

Resumo

Este artigo apresenta resultados de pesquisa cujo objetivo foi discutir, no contexto das didáticas específicas, a utilização de jogos como recurso didático por professores de Geografia no processo de ensino-aprendizagem. A metodologia adotada para a realização do trabalho privilegiou os aspectos qualitativos, sem desconsiderar os dados quantitativos, embasando-se em aportes teóricos que discutem a temática contemplada. Para atingir o objetivo, a coleta de dados foi desenvolvida junto aos professores de Geografia do Núcleo Regional de Educação de Maringá – NRE/SEED - Paraná e realizada em dois momentos: o primeiro a aplicação de questionários e o segundo a realização de entrevistas semiestruturadas. Essas informações foram tabuladas e analisadas considerando a metodologia da análise de conteúdo e da bibliografia estudada. As discussões ora abordadas revelam que o emprego dos jogos no processo de ensino e aprendizagem de Geografia é recorrente e leva a refletir se os materiais empregados, tipologias e finalidades, possibilitam que o aluno desenvolva e exercite significativamente modos de pensar próprios da ciência geográfica.

Palavras-chave: Didática da Geografia; Ensino de Geografia; Jogos geográficos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2019-12-20

Como Citar

OLIVEIRA, T. P. de; LOPES, C. S. O uso de jogos por professores de Geografia na Educação Básica. Ateliê Geográfico, Goiânia, v. 13, n. 3, p. 66–83, 2019. DOI: 10.5216/ag.v13i3.55143. Disponível em: https://revistas.ufg.br/atelie/article/view/55143. Acesso em: 1 jul. 2022.

Edição

Seção

Artigos