EFICIÊNCIA DE DIFERENTES PROTOCOLOS PARA ISOLAMENTO DE Campylobacter jejuni DE CARNE DE FRANGO

Palavras-chave: alimentos, patógenos, pré-enriquecimento, mCCDA

Resumo

Campylobacter jejuni é o principal causador de gastroenterite bacteriana aguda e a carne de frango é um importante veículo do agente. Entretanto, as metodologias convencionais de isolamento de Campylobacter muitas vezes não são eficientes, podendo levar a resultados errôneos. Sendo assim, este trabalho teve como objetivo avaliar diferentes métodos utilizados na detecção de C. jejuni em produtos de frango. Carne moída experimentalmente contaminada com três diferentes diluições do microrganismo foi analisada com diferentes protocolos para isolamento de C. jejuni. Foram feitas semeaduras diretamente nos ágares mCCDA, Columbia e ágar sangue, e após pré-enriquecimento nos caldos Bolton ou Brucella. As colônias características de Campylobacter foram identificadas e os resultados comparados a fim de avaliar qual o método foi mais eficaz. Os únicos protocolos em que foi possível recuperar o microrganismo de todos os testes foram aqueles em que foi utilizado o ágar mCCDA associado com o Caldo Bolton ou com o Caldo Brucella. Estes foram também os únicos protocolos que permitiram a recuperação de C. jejuni 24 horas após a contaminação experimental com inóculo igual a 100 UFC/25 g. Entretanto, o ágar mCCDA sem o uso de pré- enriquecimento apresentou desempenho insatisfatório, inferior ao dos demais protocolos. Conclui- se que ágar mCCDA com pré-enriquecimento em caldo Brucella ou em caldo Bolton foram mais eficientes para o isolamento de C. jejuni que os demais protocolos.
Palavras-chave: alimentos, segurança alimentar, detecção de patógenos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Talita Schneid Tejada, Universidade Federal de Pelotas
Doutoranda do Programa de Pós-graduação em Veterinária, Faculdade de Veterinária
Cláudio Dias Timm, Universidade Federal de Pelotas
Professor Associado, Departamento de Veterinária Preventiva, Faculdade de Veterinária
Publicado
18-01-2019
Como Citar
Tejada, T., & Timm, C. (2019). EFICIÊNCIA DE DIFERENTES PROTOCOLOS PARA ISOLAMENTO DE Campylobacter jejuni DE CARNE DE FRANGO. Ciência Animal Brasileira, 20(1), 1-7. Recuperado de https://revistas.ufg.br/vet/article/view/e-41297
Seção
MEDICINA VETERINÁRIA