ESTRUTURA DO DOSSEL E CARACTERÍSTICAS DE PERFILHOS EM PASTOS DE CAPIM-PIATÃ MANEJADOS COM DOSES DE NITROGÊNIO E PERÍODOS DE DIFERIMENTO VARIÁVEIS

Autores

  • Manoel Eduardo Rozalino Santos Universidade Federal de Uberlândia.
  • Braulio Maia de Lana Sousa Universidade Federal de Sergipe
  • Gabriel de Oliveira Rocha Universidade Federal de Viçosa
  • Cássia Aparecida Soares Freitas Universidade Federal de Viçosa.
  • Márcia Cristina Teixeira da Silveira EMBRAPA Pecuária Sul
  • Diogo Olímpio Chaves de Sousa Universidade Federal de Uberlândia

DOI:

https://doi.org/10.1590/cab18037547

Palavras-chave:

Forragicultura

Resumo

Este trabalho foi desenvolvido de 25 de fevereiro a 01 de julho de 2012 para recomendar a(s) dose(s) de nitrogênio e o(s) período(s) de diferimento que resultam em pastos diferidos de Brachiaria brizantha cv. Piatã (capim-piatã) com características estruturais adequadas ao consumo animal. Foram avaliadas combinações entre períodos de diferimento e condições de adubação nitrogenada. Os períodos de diferimento foram longo (127 dias) e curto (79 dias). As doses de nitrogênio foram de 0, 40, 80 e 120 kg/ha. O delineamento experimental foi de blocos casualizados, com três repetições. O índice de área foliar (IAF) e a interceptação luminosa (IL) aumentaram com a aplicação de nitrogênio. Na ausência ou dose pequena de nitrogênio, o pasto diferido por curto período apresentou IAF e IL inferiores ao manejado com longo período de diferimento. A dose de nitrogênio só influenciou a densidade de perfilhos basais vegetativos. O menor período de diferimento resultou em maiores números de perfilhos basais e aéreos vegetativos, assim como número inferior de perfilho basal reprodutivo. O nitrogênio aumentou o comprimento da lâmina foliar e do colmo do perfilho vegetativo. Longo período de diferimento resultou em colmo e lâmina foliar mais compridos e maior número de folhas mortas. O capim-piatã pode ser diferido por 80 dias, com aplicação de 80 kg/ha de nitrogênio no início do período de diferimento.
Palavras-chave: Brachiaria brizantha; colmo; folha; índice de área foliar; interceptação luminosa.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Manoel Eduardo Rozalino Santos, Universidade Federal de Uberlândia.

Professor na Universidade Federal de Uberlândia.

Braulio Maia de Lana Sousa, Universidade Federal de Sergipe

Professor na Universidade Federal de Sergipe

Gabriel de Oliveira Rocha, Universidade Federal de Viçosa

Graduado pela Universidade Federal de Viçosa.

Cássia Aparecida Soares Freitas, Universidade Federal de Viçosa.

Graduada pela Universidade Federal de Viçosa.

Márcia Cristina Teixeira da Silveira, EMBRAPA Pecuária Sul

Pesquisadora A da EMBRAPA Pecuária Sul na área de manejo de forrageiras anuais de verão e inverno

Diogo Olímpio Chaves de Sousa, Universidade Federal de Uberlândia

Discente do curso de graduação de Medicina Veterinária da Universidade Federal de Uberlândia

Downloads

Publicado

2017-07-31

Como Citar

SANTOS, M. E. R.; SOUSA, B. M. de L.; ROCHA, G. de O.; FREITAS, C. A. S.; SILVEIRA, M. C. T. da; DE SOUSA, D. O. C. ESTRUTURA DO DOSSEL E CARACTERÍSTICAS DE PERFILHOS EM PASTOS DE CAPIM-PIATÃ MANEJADOS COM DOSES DE NITROGÊNIO E PERÍODOS DE DIFERIMENTO VARIÁVEIS. Ciência Animal Brasileira / Brazilian Animal Science, Goiânia, v. 18, 2017. DOI: 10.1590/cab18037547. Disponível em: https://revistas.ufg.br/vet/article/view/e-37547. Acesso em: 22 maio. 2024.

Edição

Seção

ZOOTECNIA