DENSIDADE PLANCTÔNICA DO POLICULTIVO DE Litopenaeus vannamei E Oreochromis niloticus

Autores

  • Luis Otavio Brito IPA
  • Bruno Rodrigo Simão Universidade Federal Rural do Semi-Árido
  • João Batista Pereira Neto Universidade Federal Rural de Pernambuco
  • Gabriela Cemirames Universidade Federal Rural do Semi-Árido
  • Celicina Maria Da Silveira Borges De Azevedo Universidade Federal Rural do Semi-Árido

DOI:

https://doi.org/10.1590/cab18016840

Palavras-chave:

camarão, tilapia, fitoplâncton, zooplâncton

Resumo

Um experimento foi realizado durante 95 dias para avaliar as densidades planctônicas do policultivo do camarão branco Litopenaeus vannamei e da tilápia do Nilo Oreochromis niloticus. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado com seis tratamentos e quatro repetições cada. Os tratamentos foram: monocultivo com 10 camarões m² (10S:0T); policultivo com 10 camarões e 0,5 tilápia m² (10S:0.5T); policultivo com 10 camarões e 1 tilapia m² (10S:1T); monocultivo com 2 tilápias m² (2T:0S); policultivo com 2 tilápias e 2,5 camarões m² (2T:2,5S); e policultivo com 2 tilápias e 5 camarões m² (2T:5S). Não foi realizada troca de água e nem fornecimento de aeração artificial durante o período experimental, apenas utilizou-se água para completar o volume perdido pela evaporação. O fitoplâncton variou de 78.981 a 303.260 cél.mL-1 e o zooplâncton variou de 470 a 1.421 org.L-1. Os grupos mais frequentes foram Bacillariophyta (fitoplâncton) e Rotífera (zooplâncton). Pode-se concluir que em sistema de policultivo do camarão branco (Litopenaeus vannamei) e a tilápia do Nilo (Oreochromis niloticus) não ocorrem modificações significativas nas densidades do fitoplâncton e zooplâncton em decorrência da alteração das densidades de estocagem do cultivo.
Palavras-chave: camarão; fitoplâncton; tilapia; zooplâncton.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luis Otavio Brito, IPA

Dr em Recursos Pesqueiros e Aquicultura,Rural de Pernambuco, Instituto Agronômico de Pernambuco, Recife, PE.

Bruno Rodrigo Simão, Universidade Federal Rural do Semi-Árido

Msc. Ciência Animal, Professor do Departamento de Ciências Ambientais e Tecnológicas, Universidade Federal Rural do Semi-Árido, Mossoró, RN.

João Batista Pereira Neto, Universidade Federal Rural de Pernambuco

Msc. Recursos Pesqueiros e Aquicultura, Universidade Federal Rural de Pernambuco, Recife, PE.

Gabriela Cemirames, Universidade Federal Rural do Semi-Árido

Engenheira Agronômica, Universidade Federal Rural do Semi-Árido, Mossoró, RN.

Celicina Maria Da Silveira Borges De Azevedo, Universidade Federal Rural do Semi-Árido

Dr. Wildlife and Fisheries Science, Universidade do Arizona, USA, Professora do Departamento de Ciência Animal, Universidade Federal Rural do Semi-Árido, Mossoró, RN.

Downloads

Publicado

2017-06-02

Como Citar

BRITO, L. O.; SIMÃO, B. R.; PEREIRA NETO, J. B.; CEMIRAMES, G.; AZEVEDO, C. M. D. S. B. D. DENSIDADE PLANCTÔNICA DO POLICULTIVO DE Litopenaeus vannamei E Oreochromis niloticus. Ciência Animal Brasileira / Brazilian Animal Science, Goiânia, v. 18, 2017. DOI: 10.1590/cab18016840. Disponível em: https://revistas.ufg.br/vet/article/view/e-16840. Acesso em: 24 fev. 2024.

Edição

Seção

RECURSOS PESQUEIROS E ENGENHARIA DE PESCA