RELAÇÃO METIONINA E COLINA DIETÉTICA SOBRE O DESEMPENHO DE CODORNAS JAPONESAS (Coturnix coturnix japonica) EM POSTURA

Autores

  • Solange de Faria Castro Universidade Federal de Lavras
  • Bruno Duarte Alves Fortes Universidade Federal de Goiás
  • Júlio César C. de Carvalho Universidade Federal de Lavras
  • Antônio Gilberto Bertechini Universidade Federal de Lavras
  • Livya Stefane B. de Queiroz Universidade Federal de Lavras
  • Antônio Amandio P. Garcia Jr Universidade Federal de Lavras

Palavras-chave:

Produção de Aves

Resumo

Avaliou-se a relação entre níveis de metionina e colina sobre o desempenho de codornas japonesas (Coturnix coturnix japonica) na fase de produção, sendo utilizadas 432 aves com 65 dias de idade e peso médio de 155g, num delineamento experimental inteiramente casualizado, em esquema fatorial 4x2 (colina x metionina) com seis repetições e nove aves por unidade experimental. Os níveis de colina e metionina foram de 0; 200; 400 e 600 ppm e 0,65 e 0,75%, respectivamente. Analisaram-se as variáveis: produção de ovos (%/ave/dia), pesos dos ovos (g), massa dos ovos (gramas de ovo/ave/dia), conversão alimentar e consumo alimentar (g/d). Observou-se interação significativa para produção de ovos (P?0,01) e massa de ovos (P?0,05) com efeito linear para o nível de 0,65% de metionina e inclusão crescente de níveis de colina. Ocorreu efeito quadrático dos níveis de colina para consumo de ração, com nível de 0,65% de metionina. A utilização de colina em rações de codornas em produção somente tem efeitos sobre o desempenho das aves quando o nível de metionina utilizado for de 0,65%. A suplementação com colina promove um aumento no peso médio dos ovos independente do nível de suplementação de metionina dietética.

PALAVRAS-CHAVE: aminoácido sulfurado; codornas de postura; desempenho; exigência nutricional; nutrição.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Solange de Faria Castro, Universidade Federal de Lavras

Estudante de Pós-Graduação da Universidade Federal de Lavras

Bruno Duarte Alves Fortes, Universidade Federal de Goiás

Estudante de Pós-Graduação da Universidade Federal de Goiás.

Júlio César C. de Carvalho, Universidade Federal de Lavras

Estudante de Pós-Graduação da Universidade Federal de Lavras.

Antônio Gilberto Bertechini, Universidade Federal de Lavras

Professor Titular do Departamento de Zootecnia, Universidade Federal de Lavras, UFLA, Campus Lavras, MG, Brasil.

Livya Stefane B. de Queiroz, Universidade Federal de Lavras

Estudante de Pós-Graduação da Universidade Federal de Lavras.

Antônio Amandio P. Garcia Jr, Universidade Federal de Lavras

Estudante de Pós-Graduação da Universidade Federal de Lavras.

Downloads

Publicado

2011-12-20

Como Citar

CASTRO, S. de F.; FORTES, B. D. A.; CARVALHO, J. C. C. de; BERTECHINI, A. G.; QUEIROZ, L. S. B. de; GARCIA JR, A. A. P. RELAÇÃO METIONINA E COLINA DIETÉTICA SOBRE O DESEMPENHO DE CODORNAS JAPONESAS (Coturnix coturnix japonica) EM POSTURA. Ciência Animal Brasileira / Brazilian Animal Science, Goiânia, v. 12, n. 4, p. 635–641, 2011. Disponível em: https://revistas.ufg.br/vet/article/view/9976. Acesso em: 6 jul. 2022.

Edição

Seção

Produção Animal