UTILIZAÇÃO DE Spirulina platensis COMO SUPLEMENTO ALIMENTAR DURANTE A REVERSÃO SEXUAL DA TILÁPIA-DO-NILO (VAR. CHITRALADA) EM ÁGUA SALINA

Autores

  • Ricardo Lafaiete Moreira Universidade Federal do Ceará
  • Rafael Rômulo de Oliveira Martins Universidade Federal do Ceará
  • Wladimir Ronald Lobo Farias Universidade Federal do Ceará

DOI:

https://doi.org/10.5216/cab.v12i1.9612

Palavras-chave:

Microalga, Spirulina platensis, reversão sexual, tilápia do Nilo, salinidade

Resumo

Neste trabalho objetivou-se avaliar a influência de Spirulina platensis como suplemento alimentar em pós-larvas de tilápia-do-nilo cultivadas em água salina. O delineamento constou de dois tratamentos com três repetições cada. No primeiro os animais foram alimentados com ração contendo o andrógeno 17 a-metiltestosterona e S. platensis e, no segundo, apenas ração com o hormônio. Ao final da reversão (28 dias), as tilápias que receberam S. platensis apresentaram pesos médios de 1,17 ± 0,16 g, resultados superiores significantemente aos dos animais alimentados apenas com ração, os quais alcançaram peso médio de 0,62 ± 0,38 g (P < 0,05). No entanto, as taxas de sobrevivência não tiveram diferença significativa (P < 0,05). Ao final do cultivo (78 dias), a análise gonadal dos peixes evidenciou índices de 47,5% de machos para os peixes cultivados sem a microalga e 59,09% para os peixes cultivados com S. platensis. Com a realização deste trabalho, foi possível concluir que a tilápia-do-nilo apresentou bom desenvolvimento e taxas de sobrevivência mais satisfatórias durante a fase de reversão sexual na presença de S. platensis, em relação àquelas alimentadas apenas com ração, em água salina. No entanto, não foi possível obter índices aceitáveis de reversão sexual após a administração, por meio da ração, do hormônio masculinizante através da ração.

PALAVRAS-CHAVES: Microalga, Oreochromis, reversão sexual, salinidade, 17?- metiltestosterona.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ricardo Lafaiete Moreira, Universidade Federal do Ceará

Possui graduação (2001-2006) e mestrado (2006-2008) em Engenharia de Pesca e Recursos Pesqueiros pela Universidade Federal do Ceará, atualmente é aluno de Doutorado desta mesma instituição. Foi professor substituto do Departamento Engenharia de Pesca - UFC, de 2007 a 2009, ministrando as disciplinas: Princípios da Ciência Pesqueira, Tecnologia Pesqueira I , Biologia Pesqueira III e Navegação II. Participa de pesquisas nas áreas de pesca, carcinicultura, piscicultura, maricultura e algocultura. Atualmente , é colaborador do Laboratório de Biotecnologia Aplicada a Aqüicultura - GENAQUA, desenvolvendo pesquisas com monitoramento e melhoramento genético da tilápia do Nilo, Oreochromis niloticus variedade Chitralada.

Rafael Rômulo de Oliveira Martins, Universidade Federal do Ceará

Engenheiro de Pesca formado pelo Departamento de Engenharia de Pesca da Universidade Federal do Ceará.

Wladimir Ronald Lobo Farias, Universidade Federal do Ceará

Possui graduação em Engenharia de Pesca pela Universidade Federal do Ceará (1993), mestrado em Bioquímica pela Universidade Federal do Ceará (1995) e doutorado em Química Biológica pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2000). Atualmente é professor adjunto III da Universidade Federal do Ceará. Tem experiência na área de Bioquímica, com ênfase em Glicídeos, atuando principalmente nos seguintes temas: algas marinhas, polissacarídeos sulfatados, atividade biológica de polissacarídeos sulfatados e aqüicultura integrada

Downloads

Publicado

2011-03-31

Como Citar

MOREIRA, R. L.; MARTINS, R. R. de O.; FARIAS, W. R. L. UTILIZAÇÃO DE Spirulina platensis COMO SUPLEMENTO ALIMENTAR DURANTE A REVERSÃO SEXUAL DA TILÁPIA-DO-NILO (VAR. CHITRALADA) EM ÁGUA SALINA. Ciência Animal Brasileira / Brazilian Animal Science, Goiânia, v. 12, n. 1, p. 76–82, 2011. DOI: 10.5216/cab.v12i1.9612. Disponível em: https://revistas.ufg.br/vet/article/view/9612. Acesso em: 24 maio. 2024.

Edição

Seção

Produção Animal