TRIPANOSSOMÍASE EM BOVINOS NO MUNICÍPIO DE FORMOSO DO ARAGUAIA, TOCANTINS (relato de caso)

Autores

  • Guido Fontgalland Coelho Linhares
  • Francisco de Carvalho Dias Filho
  • Paula Rogério Fernandes
  • Sabrina Castilho Duarte

Resumo

A tripanossomíase bovina por Trypanosoma vivax foi registrada pela primeira vez no Brasil por SHAW & LAINSON, em 1972, no Pará. Recentemente, tem sido reportada em várias regiões do Pantanal Mato-Grossense. O presente trabalho teve como objetivo relatar, pela primeira vez, a ocorrência de T. vivax no Estado do Tocantins, em um rebanho composto de 250 animais da raça Brahman, recém-introduzido em uma propriedade no município de Formoso do Araguaia, procedente de São Paulo. Esc olheram- se ao acaso nove animais que apresentavam sinais de debilidade para a execução de exames clínicos detalhados e colheita de sangue para preparo de esfregaços sangüíneos e determinação do hematócrito. Entre os animais examinados observaram-see emagrecimento, edema de barbela, febre e palidez de mucosa. O exame microscópico revelou parasitemias elevadas por T. vivax em amostras de três animais, cujos hematócritos apresentavam valores entre 15% e 20%. O histórico do rebanho, o ecossistema da região e os resultados dos exames clínicos e laboratoriais confirmaram a ocorrência de um surto de tripanossomíase por T. vivax em um rebanho no Estado do Tocantins. PALAVRAS-CHAVE: Epidemiologia, Trypanosoma vivax, Tocantins, tripanossomíase bovina.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2006-12-25

Como Citar

LINHARES, G. F. C.; DIAS FILHO, F. de C.; FERNANDES, P. R.; DUARTE, S. C. TRIPANOSSOMÍASE EM BOVINOS NO MUNICÍPIO DE FORMOSO DO ARAGUAIA, TOCANTINS (relato de caso). Ciência Animal Brasileira / Brazilian Animal Science, Goiânia, v. 7, n. 4, p. 455–460, 2006. Disponível em: https://revistas.ufg.br/vet/article/view/876. Acesso em: 24 set. 2022.

Edição

Seção

Medicina Veterinária