EFEITO DE MICORRIZAS ARBUSCULARES SOBRE O CRESCIMENTO E NUTRIÇÃO MINERAL DE Brachiaria brizantha CV. MARANDU

Autores

  • Newton de Lucena Costa Embrapa Roraima, Boa Vista, Roraima.
  • Valdinei Tadeu Paulino Instituto de Zootecnia, Nova Odessa, São Paulo
  • Rogério Sebastião C. da Costa Embrapa Rondônia. Porto Velho, Rondônia
  • Ricardo G. de Araújo Pereira Embrapa Rondônia. Porto Velho, Rondônia
  • Claudio Ramalho Townsend Embrapa Rondônia. Porto Velho, Rondônia
  • João Avelar Magalhães

DOI:

https://doi.org/10.5216/cab.v13i4.8665

Palavras-chave:

cálcio, colonização radicular, fósforo, magnésio, matéria seca, nitrogênio, potássio

Resumo

O efeito da inoculação de micorrizas arbusculares (MA) sobre o crescimento e composição química de Brachiaria brizantha cv. Marandu foi testada, sob condições de casa-de-vegetação. Foram avaliadas oito espécies de MA: Glomus mossaea, G. fasciculatum, G. etunicatum, G. macrocarpum, Gigaspora margarita, Scutellospora heterogama, Acaulospora laevis e A. muricata. A inoculação de MA aumentou significativamente os rendimentos de massa seca (MS), teores e absorção de fósforo da gramínea. Os maiores rendimentos de MS foram obtidos com a inoculação de A. muricata e S. heterogama. Plantas inoculadas com S. heterogama, G. etunicatum, A. muricata e G. margarita apresentaram os maiores teores de fósforo, enquanto que as maiores quantidades absorvidas de fósforo foram observados com a inoculação de A. muricata e S. heterogama. As maiores taxas de colonização radicular foram registradas com a inoculação de A. Muricata, G. fasciculatum e G. margarita. As maiores concentrações de nitrogênio foram verificadas com a inoculação de G. macrocarpum, G. etunicatum e G. mossaea. Plantas micorrizadas por G. etunicatum apresentaram os maiores teores de cálcio e magnésio, enquanto que as inoculadas com G. mossaea proporcionaram o maior teor de potássio.

PALAVRAS-CHAVE: colonização radicular; macronutrientes; produção de massa seca.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Newton de Lucena Costa, Embrapa Roraima, Boa Vista, Roraima.

Engro. Agronômo, M.Sc. Embrapa Roraima. Doutorando UFPR

Valdinei Tadeu Paulino, Instituto de Zootecnia, Nova Odessa, São Paulo

Engro. Agronômo, D.Sc. Instituto de Zootecnia, Nova Odessa, São Paulo

Rogério Sebastião C. da Costa, Embrapa Rondônia. Porto Velho, Rondônia

Engro. Agronômo, M.Sc. Embrapa Rondônia. Doutorando INPA, Manaus, AM.

Ricardo G. de Araújo Pereira, Embrapa Rondônia. Porto Velho, Rondônia

Zootecnista, D. Sc. Embrapa Rondônia.

Claudio Ramalho Townsend, Embrapa Rondônia. Porto Velho, Rondônia

Zootecnista, D. Sc. Embrapa Rondônia.

João Avelar Magalhães

Possui graduação em Medicina Veterinária pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (1985) e mestrado em Zootecnia pela Universidade Federal do Ceará (1994). É pesquisador da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, trabalhou em Rondônia e no Piauí. Está cursando Doutorado na UFC. Tem experiência na área de Zootecnia, atuando principalmente nos seguintes temas: pastagens, produção, desempenho e avaliação de pequenos e grandes ruminantes.

Downloads

Publicado

2012-12-13

Como Citar

COSTA, N. de L.; PAULINO, V. T.; COSTA, R. S. C. da; PEREIRA, R. G. de A.; TOWNSEND, C. R.; MAGALHÃES, J. A. EFEITO DE MICORRIZAS ARBUSCULARES SOBRE O CRESCIMENTO E NUTRIÇÃO MINERAL DE Brachiaria brizantha CV. MARANDU. Ciência Animal Brasileira / Brazilian Animal Science, Goiânia, v. 13, n. 4, p. 406–411, 2012. DOI: 10.5216/cab.v13i4.8665. Disponível em: https://revistas.ufg.br/vet/article/view/8665. Acesso em: 4 mar. 2024.

Edição

Seção

Produção Animal