Suplementação de glutamina e vitamina A em períodos críticos da gestação de fêmeas suínas

Autores

Resumo

Com a seleção e progresso genético, o perfil das fêmeas foi modificado e a prolificidade tornou-se a principal característica. Como consequência, o desenvolvimento fetal foi afetado pelo aumento do número de leitões, o que resultou em maior competição uterina por nutrientes e espaço. O objetivo deste estudo foi analisar os efeitos da suplementação de glutamina e vitamina A na sobrevivência embrionária e fetal e sua influência no desempenho reprodutivo e produtivo de fêmeas. Foram selecionadas 71 fêmeas, oriundas dos cruzamentos Large White X Landrace X Meishan X Jianjing, de diferentes ordens de parto (OP) para a distribuição uniforme entre os tratamentos divididos em dois grupos. A suplementação de glutamina e vitamina A em períodos considerados críticos para a gestação mostrou-se efetiva neste estudo, em termos de coloração placentária, resultando em placentas mais escuras, o que poderia significar maior vascularização. A inclusão de glutamina e vitamina A influenciou em menos variabilidade em Natimortos por Leitegada (NL) e no Peso ao Nascer intra-leitegada dos Leitões Nascidos Vivos (PNLNV). Embora o tratamento não tenha influenciado o Peso Médio ao Nascer dos Leitões (PMNL), a suplementação reduziu a porcentagem de leitões leves (≤1000 g) em fêmeas de alta e baixa prolificidade. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2024-03-11

Como Citar

CUNHA, A. C. R. da; SOARES, J. S.; BERNARDES, A. L.; RABELO, S. S.; VIEIRA, G. S.; ANTUNES, R. C. Suplementação de glutamina e vitamina A em períodos críticos da gestação de fêmeas suínas. Ciência Animal Brasileira / Brazilian Animal Science, Goiânia, v. 25, 2024. Disponível em: https://revistas.ufg.br/vet/article/view/76945. Acesso em: 14 jul. 2024.

Edição

Seção

ZOOTECNIA