Lecitina integral de soja na produtividade e qualidade de carcaças de bovinos confinados

Autores

Resumo

O presente estudo teve por objetivo avaliar o efeito de diferentes doses de lecitina integral de soja na digestibilidade aparente da dieta, comportamento ingestivo, desempenho produtivo, e nas características de carcaça de bovinos de corte terminados em confinamento. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado, constituído de três tratamentos, sendo: Ração controle; Ração com lecitina integral de soja (10 g animal dia-1); e Ração com lecitina integral de soja (20 g animal dia-1), com cinco repetições. As rações, em base na matéria seca, foram formuladas e constituídas por 33% de silagem milho e 67% de concentrado. Foram utilizados 30 novilhos não castrados, ½ sangue Angus Nelore, com idade média de 14 meses e peso vivo médio inicial de 432,3 kg. A digesibilidade do extrato etéreo e da fibra em detergente neutro foi melhorada com a inclusão de lecitina integral
de soja, já o comportamento ingestivo não foi alterado. A suplementação com 10 g animal dia-1 de lecitina integral de soja proporcionou maior média para ganho de peso (1,707 kg dia-1) seguido dos animais não suplementados (1,645 kg dia-1) e suplementados com lecitina integral de soja na dose de 20 g animal dia-1 (1,587 kg dia-1). Em relção ao acabamento das carcaças, este não foi alterado com a suplementação de lecitina integral de soja. O uso de lecitina integral de soja melhorou o aproveitamento da fração etérea e fibrosa da ração, e garantiu a maior média para ganho de peso, sendo a dose de 10 g animal dia-1 com melhores respostas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2023-12-27

Como Citar

NEUMANN, M.; BREMM, E. E.; SOUZA, A. M. de; OLIVEIRA, P. E. P. de; SIDOR, F. de S.; PLODOVISKI, D. C.; KARAS, B. M. H.; SKOREI, M. R.; OSTRENSKY, A. Lecitina integral de soja na produtividade e qualidade de carcaças de bovinos confinados. Ciência Animal Brasileira / Brazilian Animal Science, Goiânia, v. 25, 2023. Disponível em: https://revistas.ufg.br/vet/article/view/76255. Acesso em: 14 jul. 2024.

Edição

Seção

ZOOTECNIA