Estimação de parâmetros genéticos na produção leiteira em bovinos girolando

Autores

Resumo

A produção de leite é uma das atividades econômicas mais importantes da agropecuária brasileira. Produtores podem usufruir de programas de melhoramento genético que permitem a identificação dos melhores animais e sua seleção para maximizar a produtividade com a melhor relação custo/benefício, além do aconselhamento do descarte de animais menos produtivos. Objetivou-se estimar a herdabilidade e repetibilidade da produção de leite corrigida para 305 dias (PL305) de um rebanho de bovinos da raça Girolando. Foram analisadas 528 lactações de 251 vacas. Para análise foi definida a distribuição uniforme a priori para efeitos sistemáticos. As distribuições de Wishart gaussiana e invertida foram definidas como distribuições a priori para efeitos aleatórios. Os componentes de variância foram estimados utilizando inferência bayesiana pela função MCMCglmm disponível no pacote MCMCglmm do software R. A convergência foi verificada pelo teste de Geweke disponível no software R. Após a obtenção dos componentes de variância foram estimados a herdabilidade e repetibilidade. A herdabilidade observada foi 0,28, o que sugere que a seleção para esta característica resultará em progresso genético eficiente no rebanho. A maior parte da variância fenotípica é devido a variância ambiental, com isso, o fenótipo dos indivíduos não é um bom indicador da variância genética aditiva. A repetibilidade foi de 0,93, indicando que o primeiro desempenho dos animais é considerado um bom indicador do segundo, podendo ser utilizadas em decisões de descarte.
Palavras-chave: herdabilidade; repetibilidade; produção de leite aos 305 dias

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2022-07-07

Como Citar

BARBERO, M. M. D. .; MAIA FORT, N.; SCHULTZ, Érica B.; PUERRO DE MELO, A. L. .; MORAIS MOURA, A. . Estimação de parâmetros genéticos na produção leiteira em bovinos girolando. Ciência Animal Brasileira / Brazilian Animal Science, Goiânia, v. 23, n. 1, 2022. Disponível em: https://revistas.ufg.br/vet/article/view/72300. Acesso em: 26 nov. 2022.