Padrões temporais e espaciais na detecção de resíduos de medicamentos veterinários em aves e suínos no Brasil.

Autores

Resumo

A Segurança Alimentar é um tema importante para a saúde pública e o comércio internacional de alimentos. Resíduos de medicamentos veterinários e contaminantes ambientais em produtos de origem animal podem causar doenças e toxicidade aguda em organismos expostos a essas substâncias. Este estudo avaliou dados oficiais de monitoramento de resíduos de medicamentos veterinários do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento em tecidos de aves e suínos no período de 2002 a 2014 para verificar padrões ocultos na ocorrência de seis medicamentos comuns (Closantel, Diclazuril, Nicarbazina, Sulfaquinoxalina, Doxiciclina e Sulfametazina). A análise dos dados foi realizada por meio de dois métodos de aprendizado de máquina: árvore de decisão e redes neurais, além da avaliação visual por meio de gráficos e mapas. As taxas de contaminação foram baixas, variando de 0 a 0,66%. Foi identificado um padrão de distribuição espacial das detecções de substâncias por região, mas nenhum padrão de distribuição temporal foi observado. No entanto, as regressões mostraram um aumento nos níveis quando essas substâncias foram detectadas, portanto, o monitoramento deve continuar. No entanto, os resultados mostram que os produtos monitorados durante o período do estudo apresentaram baixo risco à saúde pública.
Palavras-chave: Aprendizagem de máquina; saúde pública; segurança alimentar; resíduos

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2022-06-20

Como Citar

PORTZ, A. J. .; SILVA, . N. .; LIMA, G. .; FEIJÓ, L. .; LOUVANDINI, H. .; PERIPOLLI, V.; VIEIRA, R. .; MCMANUS, . C. . Padrões temporais e espaciais na detecção de resíduos de medicamentos veterinários em aves e suínos no Brasil. Ciência Animal Brasileira / Brazilian Animal Science, Goiânia, v. 23, n. 1, 2022. Disponível em: https://revistas.ufg.br/vet/article/view/71763. Acesso em: 24 set. 2022.

Edição

Seção

MEDICINA VETERINÁRIA