O efeito de probióticos fúngicos adicionados a uma dieta rica em grãos no trato gastrointestinal de ovinos

Autores

Resumo

Objetivou-se avaliar as características microbiológicas e físico-químicas do fluido ruminal e histológicas do trato gástrico intestinal (TGI) de ovinos sob dieta de alto grão com probiótico fungos Aspergillus terreus e/ou Rhizomucor spp. Analisou-se quatro probióticos (sem inóculos, com Rhizomucor spp., com Aspergillus terreus e com mistura dos dois fungos) e dois processamentos de milho (moído/inteiro), em fatorial 4x2 em em Delineamento Inteiramente Casualizados (DIC). Borregos Santa Inês/Dorper foram alojados em oito baias com cinco borregos em cada, durante 75 dias. Coletou-se fluido ruminal para o estudo do perfil microbiológico do rúmen, da característica macroscópica, da concentração de nitrogênio amoniacal e da atividade microbiológica, além dos fragmentos do TGI para análises histológicas. Pelas análises dos fluidos, os animais apresentaram baixo índice de acidose. O odor aromático e a cor castanho-enegrecido predominaram, o que caracteriza ambiente com pH neutro. As amostras do fluido apresentaram alta atividade microbiana. O pH ruminal diferenciou-se (P<0,05) quanto ao tipo de processamento, sendo maior para milho grão moído (MGM). Não houve diferença para nenhuma das comunidades microbiológicas analisadas (P>0,05) (bactérias Lac+ e Lac-, fungos, leveduras e protozoários). Seis gêneros de fungos anaeróbicos facultativos foram identificados num total de 15 observações. O Cladosporium spp. foi o gênero mais prevalente (46,66%), seguido do Aspergillus spp. (26,66%). A largura da base das papilas ruminais apresentou interação significativa, sendo maior para MGM (P<0,05) com Rhizomucor e o controle (P<0,05). O fluido ruminal de ovinos sob dieta de alto concentrado de grão com adição dos fungos Aspergillus terreus e Rhizomucor spp. não tiveram afetadas as características microbiológicas e físico-químicas.
Palavra-chave: bactéria ruminal; microbiota ruminal; pequenos ruminantes; protozoários; rúmen.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2022-03-21

Como Citar

NETO, R. F. .; OLIVEIRA ABRÃO PESSOA, F. .; DIAS SILVA, T. .; SAYURI MIYAGI, E.; VIEIRA SANTANA NETO, V. .; MARCONDES DE GODOY, M. .; SIQUEIRA LIMA, D. K. .; DE MOURA SILVA, R. J. .; DE ALMEIDA BRAINER, M. M. . O efeito de probióticos fúngicos adicionados a uma dieta rica em grãos no trato gastrointestinal de ovinos. Ciência Animal Brasileira / Brazilian Animal Science, Goiânia, v. 23, n. 1, 2022. Disponível em: https://revistas.ufg.br/vet/article/view/70605. Acesso em: 9 dez. 2022.