BIOPSIAS LUTEAIS EM VACAS NELORE

Autores

  • Ian Martin FMVZ/UNESP
  • Caroline Junko Fujihara FMVZ / Unesp
  • Wolff Camargo Marques Filho FMVZ / Unesp
  • Rosiara Rosárias Dias Maziero FMVZ / Unesp
  • Carmo Emanuel Almeida Biscarde FMVZ / Unesp
  • João Carlos Pinheiro Ferreira FMVZ /Unesp

DOI:

https://doi.org/10.5216/cab.v11i3.7012

Palavras-chave:

Reprodução Animal

Resumo

O presente estudo descreve uma técnica para obtenção de fragmentos luteais empregando-se a colpotomia. Os animais foram submetidos à anestesia epidural e no fórnix vaginal e, após dez minutos, realizou-se uma incisão no fundo vaginal com lâmina de bisturi, bem como procedeu-se à dissecção do tecido, até que fossem possíveis o acesso à cavidade pélvica e a tração dos ovários para o interior vaginal. Realizou-se, então, a colheita de biopsia luteínica, com o auxílio de uma pinça do tipo Yomann. Sinais de dor e estresse foram observados apenas em duas colheitas durante a incisão no fundo vaginal, a tração do ovário ou durante a biopsia luteínica. Contudo, esses sinais foram observados em dez colheitas durante a dissecção da parede vaginal e peritôneo. Registrou-se a ocorrência de ataxia em 38,81% colheitas, a qual esteve relacionada, normalmente, a um procedimento mais longo. As ataxias podem ser divididas em leve (15/26), moderada (6/26) e severa (5/26). A avaliação da presença de adesões ovarianas ipsilaterais à incisão realizou-se apenas até a quarta colheita, sendo notadas em dezesseis colheitas. O protocolo empregado mostrou-se um método seguro e eficiente na obtenção de fragmentos luteais. A baixa incidência de aderências permite o uso consecutivo das fêmeas sem interferência nas ovulações e colheitas subsequentes.

PALAVRAS-CHAVES: Biopsia luteal, corpo lúteo, colpotomia, Nelore (Bos indicus)

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ian Martin, FMVZ/UNESP

Aluno de Pós- Doutorado - Departamento de Reprodução Animal e Radiologia Veterinária - Faculdade de Medicina Veterinaria e Zootecnia - Unesp - Campus de Botucatu

Caroline Junko Fujihara, FMVZ / Unesp

Aluna de Doutorado - Departamento de Reprodução Animal e Radiologia Veterinária - Faculdade de Medicina Veterinaria e Zootecnia - Unesp - Campus de Botucatu

Wolff Camargo Marques Filho, FMVZ / Unesp

Aluno de Doutorado - Departamento de Reprodução Animal e Radiologia Veterinária - Faculdade de Medicina Veterinaria e Zootecnia - Unesp - Campus de Botucatu

Rosiara Rosárias Dias Maziero, FMVZ / Unesp

Aluna de Mestrado - Departamento de Reprodução Animal e Radiologia Veterinária - Faculdade de Medicina Veterinaria e Zootecnia - Unesp - Campus de Botucatu

Carmo Emanuel Almeida Biscarde, FMVZ / Unesp

Aluno de Mestrado - Departamento de Reprodução Animal e Radiologia Veterinária - Faculdade de Medicina Veterinaria e Zootecnia - Unesp - Campus de Botucatu

João Carlos Pinheiro Ferreira, FMVZ /Unesp

Prof. Adj. - Departamento de Reprodução Animal e Radiologia Veterinária - Faculdade de Medicina Veterinaria e Zootecnia - Unesp - Campus de Botucatu

Downloads

Publicado

2010-10-02

Como Citar

MARTIN, I.; FUJIHARA, C. J.; MARQUES FILHO, W. C.; MAZIERO, R. R. D.; BISCARDE, C. E. A.; FERREIRA, J. C. P. BIOPSIAS LUTEAIS EM VACAS NELORE. Ciência Animal Brasileira / Brazilian Animal Science, Goiânia, v. 11, n. 3, p. 724–730, 2010. DOI: 10.5216/cab.v11i3.7012. Disponível em: https://revistas.ufg.br/vet/article/view/7012. Acesso em: 25 maio. 2024.

Edição

Seção

Medicina Veterinária