Suplementação de minerais e vitaminas em dietas de frangos de corte: efeito sobre desempenho e qualidade óssea

Autores

  • Mayra Vissotto Ribeiro Universidade Federal do Paraná, Palotina, PR, Brasil https://orcid.org/0000-0002-9547-2814
  • Adrieli Braga de Cristo Universidade Federal do Paraná, Palotina, PR, Brasil
  • Heloísa Laís Fialkoski Bordignon Universidade Federal do Paraná - Setor Palotina
  • Eduarda Pires Simões Universidade Federal do Paraná, Palotina, PR, Brasil
  • Letícia Cardoso Bittencourt Universidade Federal do Paraná, Palotina, PR, Brasil https://orcid.org/0000-0003-3120-8333
  • Jovanir Ines MUller Fernandes Universidade Federal do Paraná, Palotina, PR, Brasil

Resumo

As diferenças na velocidade de crescimento e na composição de carcaça dos frangos podem exigir níveis mais altos de vitaminas e de minerais com maior biodisponibilidade. O objetivo deste trabalho foi suplementar dietas comerciais para frangos de corte com níveis otimizados de vitaminas e com diferentes fontes minerais para avaliar o efeito sobre o desempenho produtivo, rendimento de carcaça e qualidade óssea. Foram utilizados 1800 pintos de corte machos da linhagem Cobb Slow, divididos em um delineamento inteiramente casualizado em esquema fatorial 2 x 2 (programas vitamínicos – otimizado e comercial Vs fontes de minerais – inorgânicos (sulfatos) e carbo-amino-phospo-chelate, CAPC). No premix vitamínico otimizado foi incluído o metabólito da vitamina D3, 25(OH)D3. As aves e as sobras de ração foram pesadas semanalmente. A análise estatística dos dados foi realizada pelo procedimento GLM do software SAS. A suplementação de dietas com associação de programas vitamínicos otimizados e fonte mineral CAPC resultou em melhor conversão alimentar aos 42 dias de idade (P<0,05). A suplementação com minerais CAPC resultou em menor índice de vermelho (*a) (P<0,05) na musculatura adjacente aos ossos das coxas e sobrecoxas dos frangos de corte quando descongeladas e assadas, indicando menor porosidade óssea. Fontes mais biodisponíveis de minerais permitem reduzir a sua inclusão nas dietas e diminuem o impacto negativo da excreção de minerais e o efeito poluidor sobre o meio ambiente.
Palavras-chave: 25(OH)D3; black bone; conversão alimentar; minerais orgânicos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

13-07-2021

Como Citar

Vissotto Ribeiro, M., Braga de Cristo, A., Laís Fialkoski Bordignon, H., Pires Simões, E., Cardoso Bittencourt, L., & Fernandes, J. I. M. (2021). Suplementação de minerais e vitaminas em dietas de frangos de corte: efeito sobre desempenho e qualidade óssea. Ciência Animal Brasileira, 22(1). Recuperado de https://revistas.ufg.br/vet/article/view/67656

Edição

Seção

ZOOTECNIA