DESEMPENHO DE CABRITOS CASTRADOS TRATADOS COM CALÊNDULA E ASSOCIAÇÕES

Autores

  • Sérgio Fernandes Ferreira UFG
  • Erica Bertha F. R. B. de M. Oliveira
  • Carlos Elysio Moreira da Fonseca UFRuralRJ
  • Maria Ignez Carvalho Ferreira UFRuralRJ
  • Mirton José Frota Morenz UFRuralRJ

DOI:

https://doi.org/10.5216/cab.v14i3.6587

Palavras-chave:

caprinos, castração, desempenho, fitoterápico

Resumo

O objetivo do presente experimento foi avaliar as respostas de desempenho de caprinos castrados, submetidos a dois tratamentos da ferida cirúrgica: tratamento convencional com pomada à base de óxido de zinco, óleo de pinho, caulim e xilol e spray à base de permetrina, fenoxibenzil e DDVP (diclorvós) e tratamento alternativo com uso de fitoterápico  com pomada à base de extrato de Calendula offcinalis e associações. Foram utilizados doze cabritos sem raça definida com peso inicial médio de 15,5 kg, criados em confinamento total, separados em dois grupos dispostos em delineamento inteiramente casualizado para constituir dois tratamentos com seis repetições cada, visando comparar o desempenho dos animais tratados de forma convencional em relação ao tratamento com extrato de Calendula offcinalis e associações. Empregada a técnica de orquiectomia (castração) por abertura da bolsa escrotal e com cordão espermático descoberto no dia 0, os dois grupos foram tratados até a completa cicatrização da ferida cirúrgica no 51º dia de experimentação. As medidas biométricas analisadas foram ganho de peso (kg), ganho de altura de cernelha (cm), ganho de altura de garupa (cm), ganho de perímetro torácico (cm) e escore de condição corporal. Os resultados foram analisados pelo pacote estatístico SAEG e teste de Tukey (P>0,05). Não houve diferença significativa entre os tratamentos (P>0,05) para nenhum dos parâmetros analisados. Todas as características biométricas, à exceção do escore corporal, aumentaram no período de avaliação. Não houve impacto negativo no uso de fitoterápico em relação às características observadas.

PALAVRAS-CHAVE: caprinos; castração; desempenho; fitoterápico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sérgio Fernandes Ferreira, UFG

Zootecnista, M.Sc., Doutorando do Programa de Pós Graduação em Ciência Animal, DPA/ EV/ UFG (sergio-ff@hotmail.com)

Erica Bertha F. R. B. de M. Oliveira

Pós-Graduanda em Médica Veterinária, UFRRJ (bezerrademello.ebfr@gmail.com)

Carlos Elysio Moreira da Fonseca, UFRuralRJ

Professor adjunto, Instituto de Zootecnia, DPA, UFRRJ

Maria Ignez Carvalho Ferreira, UFRuralRJ

Professora adjunto II, Departamento de Medicina e Cirurgia Veterinária, Instituto de Veterinária, UFRRJ (ignezferreira@yahoo.com.br)

Mirton José Frota Morenz, UFRuralRJ

Professor adjunto, Instituto de Zootecnia, DNAP, UFRRJ

Downloads

Publicado

2013-09-27

Como Citar

FERREIRA, S. F.; OLIVEIRA, E. B. F. R. B. de M.; DA FONSECA, C. E. M.; FERREIRA, M. I. C.; MORENZ, M. J. F. DESEMPENHO DE CABRITOS CASTRADOS TRATADOS COM CALÊNDULA E ASSOCIAÇÕES. Ciência Animal Brasileira / Brazilian Animal Science, Goiânia, v. 14, n. 3, p. 272–278, 2013. DOI: 10.5216/cab.v14i3.6587. Disponível em: https://revistas.ufg.br/vet/article/view/6587. Acesso em: 14 jul. 2024.

Edição

Seção

Produção Animal