CARACTERIZAÇÃO MITOCONDRIAL DE BOVINOS CARACU UTILIZANDO MARCADOR MOLECULAR

Autores

  • Eliane Sayuri Miyagi Universidade Federal de Goiás
  • Aldi Fernandes de Souza França UFG
  • Paulo Roberto Leme USP Pirassununga
  • Claudio Ulhôa Magnabosco EMBRAPA Cerrados
  • Flávio Vieira Meirelles USP Pirassununga
  • Giovana Krempel Fonseca Merighe USP Pirassununga

Palavras-chave:

Produção de bovinos

Resumo

Este experimento foi realizado com o objetivo de caracterizar, através de análises de DNA, bovinos Caracu provenientes de propriedades distintas terminados em confinamento e avaliar o crescimento e as características de carcaça. Avaliaram-se 82 animais bovinos machos, inteiros da raça Caracu, com peso médio inicial de 381,2 kg e idade média de 24 meses. Os animais permaneceram 92 dias em confinamento recebendo alimentação composta de 25% de volumoso e 75% de concentrado. Todos os bovinos Caracu analisados apresentaram mtDNA de B.taurus. A análise do stDNA apresentou dois padrões distintos (AB e B), sendo que 71 animais apresentaram o alelo B e 9 animais, o alelo AB. Para todas as características avaliadas, não houve diferença significativa (P>0,05) de crescimento e de carcaça, entre os animais de alelo AB e B.

PALAVRAS-CHAVE: Bovino de corte, caracterização citoplasmática, DNA

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Eliane Sayuri Miyagi, Universidade Federal de Goiás

Doutoranda EV/DPA/UFG

Aldi Fernandes de Souza França, UFG

Professor Titular EV/DPA/UFG

Paulo Roberto Leme, USP Pirassununga

Professor Depto Zootecnia FZEA/USP

Claudio Ulhôa Magnabosco, EMBRAPA Cerrados

Pesquisador EMBRAPA Cerrados

Flávio Vieira Meirelles, USP Pirassununga

Professor USP/Pirassununga

Giovana Krempel Fonseca Merighe, USP Pirassununga

USP Pirassununga

Downloads

Publicado

2008-12-21

Como Citar

MIYAGI, E. S.; FRANÇA, A. F. de S.; LEME, P. R.; MAGNABOSCO, C. U.; MEIRELLES, F. V.; MERIGHE, G. K. F. CARACTERIZAÇÃO MITOCONDRIAL DE BOVINOS CARACU UTILIZANDO MARCADOR MOLECULAR. Ciência Animal Brasileira / Brazilian Animal Science, Goiânia, v. 9, n. 4, p. 839–846, 2008. Disponível em: https://revistas.ufg.br/vet/article/view/607. Acesso em: 13 ago. 2022.

Edição

Seção

Produção Animal