EFICÁCIA DE FORMULAÇÕES ANTI-HELMÍNTICAS COMERCIAIS EM EQUINOS NO MUNICÍPIO DE DOURADINA, PARANÁ

Autores

  • Fernando de Almeida Borges UFMS
  • Aguinaldo Yoshio Nakamura Universidade Estadual de Maringá
  • Gabriel Daltoé de Almeida Universidade Estadual de Maringá
  • Victor Hugo Araujo Cadamuro Universidade estadual de Maringá

DOI:

https://doi.org/10.5216/cab.v11i3.5492

Palavras-chave:

equinos, nematódeos, resistência, anti-helmínticos

Resumo

O objetivo do presente trabalho foi avaliar a eficácia de anti-helmínticos comerciais em equinos. Em três propriedades rurais, no município de Douradina, Paraná, selecionaram-se 51 equinos sem raça definida, machos e fêmeas, de diferentes faixas etárias, portadores de nematodiose gastrintestinal e submetidos aos seguintes tratamentos: (I) closantel, solução oral (10mg/kg); (II) pasta contendo oxifendazol (2,5mg/kg) + triclorfon (40mg/kg); ou (III) gel contendo ivermectina (200mcg/kg) + praziquantel (2,5mg/kg) + vitamina E (1mg/kg). Em função do número de animais disponíveis na propriedade B, realizaram-se apenas os tratamentos II e III e, na propriedade C, apenas o tratamento III. Contagens de OPG e coproculturas foram realizadas no dia do tratamento e sete dias após.  O tratamento I apresentou eficácia de 68,78%, enquanto o tratamento II apresentou 72,74% e 92,11% nas duas propriedades avaliadas. O tratamento III mostrou ser 100% eficaz nas três propriedades. As coproculturas indicaram que os nematódeos sobreviventes aos tratamentos pertenciam à subfamília Cyathostominae. Constataram-se, assim, a ausência de resistência à ivermectina e a reduzida eficácia de closantel e da associação oxifendazol + triclorfon, via oral, contra ciatostomíneos, que são os nematódeos mais comuns em equinos no Brasil.

PALAVRAS-CHAVES: Anti-helmínticos, equinos, nematódeos, resistência.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fernando de Almeida Borges, UFMS

Deparatamento de Medicina Veterinária _ Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia. UFMS.

Downloads

Publicado

2010-10-02

Como Citar

BORGES, F. de A.; NAKAMURA, A. Y.; ALMEIDA, G. D. de; CADAMURO, V. H. A. EFICÁCIA DE FORMULAÇÕES ANTI-HELMÍNTICAS COMERCIAIS EM EQUINOS NO MUNICÍPIO DE DOURADINA, PARANÁ. Ciência Animal Brasileira / Brazilian Animal Science, Goiânia, v. 11, n. 3, p. 618–622, 2010. DOI: 10.5216/cab.v11i3.5492. Disponível em: https://revistas.ufg.br/vet/article/view/5492. Acesso em: 18 jul. 2024.

Edição

Seção

Medicina Veterinária