DESEMPENHO PRODUTIVO E QUALIDADE DE OVOS DE POEDEIRAS SEMIPESADAS COM ADIÇÃO DE EXTRATO DE LEVEDURAS NA DIETA

Autores

  • Fabiane Pereira Gentilini UFPel
  • Fernanda Medeiros Gonçalves UFPel
  • Rita Albernaz Gonçalves da Silva UFPel
  • Perlem Meireles Nunes UFPel
  • Marcos Antonio Anciuti UFPel
  • Fernando Rutz UFPel

DOI:

https://doi.org/10.5216/cab.v10i4.4974

Palavras-chave:

Produção de aves

Resumo

As leveduras são microrganismos utilizados na alimentação humana e animal. Com o objetivo de se avaliar o efeito de níveis crescentes de extrato de leveduras (ExL) sobre o desempenho produtivo e qualidade de ovos de poedeiras semipesadas, utilizaram-se 320 poedeiras Hysex brown (26 a 42 semanas de idade) alojadas em oitenta gaiolas de postura, com quatro aves/gaiola, em galpão tipo dark house. O delineamento experimental foi completamente casualizado, com quatro tratamentos e vinte repetições. Os tratamentos consistiam em níveis de inclusão de ExL: T1 – dieta basal de milho e farelo de soja (DB); T2 –1% de ExL; T3 –2% de ExL; e T4 – 3% de ExL. Água e ração foram fornecidas à vontade. Avaliaram-se consumo de ração, produção de ovos, conversão alimentar (consumo/dúzia de ovos), peso corporal, peso dos ovos, gravidade específica, unidade Hugh e espessura da casca. Observou-se que os tratamentos não influenciaram as variáveis analisadas. Conclui-se que o uso de extrato de levedura na dieta de poedeiras não afetou o desempenho produtivo das poedeiras, nem a qualidade externa e interna dos ovos.
PALAVRAS-CHAVES: consumo, nucleotídeos, produção de ovos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fabiane Pereira Gentilini, UFPel

Faço parte do Grupo de Estudos em Aves e Suínos do Departamento de Zootecnia, da Universidade Federal de Pelotas/RS

Downloads

Publicado

2009-12-17

Como Citar

GENTILINI, F. P.; GONÇALVES, F. M.; DA SILVA, R. A. G.; NUNES, P. M.; ANCIUTI, M. A.; RUTZ, F. DESEMPENHO PRODUTIVO E QUALIDADE DE OVOS DE POEDEIRAS SEMIPESADAS COM ADIÇÃO DE EXTRATO DE LEVEDURAS NA DIETA. Ciência Animal Brasileira / Brazilian Animal Science, Goiânia, v. 10, n. 4, p. 1110–1114, 2009. DOI: 10.5216/cab.v10i4.4974. Disponível em: https://revistas.ufg.br/vet/article/view/4974. Acesso em: 21 fev. 2024.

Edição

Seção

Produção Animal