PERFIL SOROLÓGICO E DE ISOLAMENTO DE Salmonella sp. EM SUÍNOS NO INÍCIO DA TERMINAÇÃO E AO ABATE

Autores

  • Monika Müller
  • Patrícia Schwarz
  • Jalusa Deon Kich
  • Marisa Ribeiro de Itapema Cardoso UFRGS

DOI:

https://doi.org/10.5216/cab.v10i3.4492

Palavras-chave:

Salmonella, suínos, sorologia, isolamento, terminação, abate.

Resumo

Estudos que elucidem a cadeia de transmissão de Salmonella enterica nos sistemas de produção de suínos são importantes para que seja possível implementar programas de controle da infecção. O objetivo deste estudo foi comparar o índice de animais positivos para Salmonella sp. no início da fase de terminação e ao abate e identificar possíveis fontes de contaminação no período. Em três granjas terminadoras, coletaram-se: suabes de superfície nas baias e nos silos durante o vazio sanitário; amostras de fezes e sangue dos animais no dia do alojamento; alíquotas de todos os lotes de ração e amostras de sangue, linfonodos mesentéricos (LM) e conteúdo intestinal (CI) ao abate. As amostras de sangue foram submetidas a teste de ELISA-LPS para Salmonella Typhimurium. Nas demais amostras, pesquisou-se a presença de Salmonella sp. As amostras de ração foram adicionalmente submetidas à técnica da Reação em Cadeia da Polimerase (PCR) amplificando o gene invA. Todos os animais foram negativos para presença de Salmonella sp. nas fezes no início da terminação; entretanto, em duas granjas havia animais soropositivos (12% e 28%, respectivamente). Em duas granjas havia contaminação residual no ambiente e na terceira granja, em um dos lotes de ração, detectou-se a presença de Salmonella sp. pela PCR. Ao abate, acima de 90% dos animais foram positivos no teste de ELISA-LPS, sendo que em todos os lotes encontrou-se um número variável (12-92%) de portadores em LM e CI. A partir disso, concluiu-se que a terminação foi a fase crítica para a amplificação da infecção por Salmonella sp., sendo a presença residual do microrganismo na granja e o fornecimento de ração contaminada fontes prováveis de infecção.

PALAVRAS-CHAVES: Abate, isolamento, Salmonella, sorologia, suíno, terminação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marisa Ribeiro de Itapema Cardoso, UFRGS

Departamento de Medicina Veterinaria da UFRGS

Downloads

Publicado

2009-09-30

Como Citar

MÜLLER, M.; SCHWARZ, P.; KICH, J. D.; CARDOSO, M. R. de I. PERFIL SOROLÓGICO E DE ISOLAMENTO DE Salmonella sp. EM SUÍNOS NO INÍCIO DA TERMINAÇÃO E AO ABATE. Ciência Animal Brasileira / Brazilian Animal Science, Goiânia, v. 10, n. 3, p. 931–937, 2009. DOI: 10.5216/cab.v10i3.4492. Disponível em: https://revistas.ufg.br/vet/article/view/4492. Acesso em: 24 abr. 2024.

Edição

Seção

Medicina Veterinária