ASPECTOS REPRODUTIVOS E DESEMPENHO DE DIFERENTES LINHAGENS DE MATRIZES DE CODORNAS JAPONESAS

Autores

Resumo

Objetivou-se avaliar parâmetros reprodutivos e o desempenho de diferentes grupos genéticos de codornas japonesas com diferentes pesos iniciais de produção. O delineamento experimental utilizado para os dados de desempenho zootécnico das aves foi inteiramente casualizado, com esquema fatorial 3 x 2 (três linhagens: UEM1, UEM2 e Comercial (COM), e duas classes de peso: leves e pesadas), totalizando seis tratamentos, com oito repetições cada, portanto 48 parcelas. Cada parcela continha oito aves (dois machos e seis fêmeas), num total de 384 codornas. Foi analisado: a idade ao primeiro ovo, idade aos 50% de produção, idade de pico de produção e persistência de pico em semanas. O desempenho foi analisado por meio da produção de ovos, consumo de ração, conversão alimentar e mortalidade. Ainda, foi estudado a produção de ovos incubáveis. A linhagem COM apresentou maior peso vivo às seis semanas de idade, sendo UEM 1 e UEM 2 semelhantes entre si. Para a idade ao primeiro ovo, o grupo COM se equiparou UEM 1, sendo a UEM 2 foi mais tardia. Já para a variável idade aos 50% de produção de ovos a linhagem COM apresentou-se mais precoce em relação às demais linhagens. Não foi observado efeito do peso das codornas sobre a idade do primeiro ovo. Não houve efeito de interação entre linhagem e peso inicial das aves para nenhuma das variáveis de desempenho reprodutivo estudadas. Ainda, pode-se observar que não houve diferença entre os grupos genéticos ou peso corporal inicial para produção de ovos, quando considerado o período de 6 a 26 semanas de idade. Não houve diferença entre os grupos genéticos para consumo de ração durante o período de 20 semanas estudado e não houve efeito do peso inicial de produção sobre essa variável (P>0,05). A conversão alimentar kg/dz, melhorou pelos grupos das linhagens UEM 1 e UEM 2. Para a peso de ovos incubáveis o grupo comercial apresentou maior peso. Foi possível concluir que o melhoramento genético de codornas japonesas de postura necessita aprimoramento e que linhagem comercial não melhorada pode apresentar resultados semelhantes às linhagens melhoradas.

Palavras chave: coturnicultura, Coturnix coturnix japonica, ovos férteis

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2019-10-24

Como Citar

LEANDRO, N. S. M.; CAFÉ, M. B.; STRINGHINI, J. H.; GOMES, N. A.; NOLETO, R. A.; ARAÚJO, I. C. S. ASPECTOS REPRODUTIVOS E DESEMPENHO DE DIFERENTES LINHAGENS DE MATRIZES DE CODORNAS JAPONESAS. Ciência Animal Brasileira / Brazilian Animal Science, Goiânia, v. 20, p. 1–10, 2019. Disponível em: https://revistas.ufg.br/vet/article/view/44896. Acesso em: 23 maio. 2024.

Edição

Seção

ZOOTECNIA