QUALIDADE MICROBIOLÓGICA DE PRODUTOS DE ORIGEM ANIMAL ENCAMINHADOS PARA ALIMENTAÇÃO ESCOLAR

Resumo

Doenças Transmitidas por Alimentos (DTA) estão associadas ao consumo de alimentos e água contaminados por microrganismos patogênicos, sendo alguns desses grupos utilizados como indicadores dos cuidados higiênico-sanitários e empregados nos produtos de origem animal (POA). O objetivo foi avaliar a qualidade higiênico-sanitária dos POA encaminhados para alimentação escolar no município de Pelotas, Rio Grande do Sul, Brasil. As coletas foram realizadas no posto de distribuição da Secretaria de Educação. Foram coletadas cinco amostras de todos os lotes de leite UHT, bebida láctea e filés de frango que deram entrada no período de onze meses, totalizando cinquenta e cinco amostras. Os produtos foram avaliados quanto aos padrões microbiológicos da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA). Além dessas análises foram realizadas pesquisa da presença de Campylobacter e de Salmonella nos produtos de frango. Foi aplicada uma lista de verificação das boas práticas de armazenamento. Todas as amostras estavam dentro dos padrões microbiológicos admitidos pela ANVISA, entretanto Salmonella foi detectada em quatro amostras de filés de frango. Campylobacter não foi isolado de nenhuma amostra. As condições de armazenamento foram consideradas ruins, apresentando 72,4% de não conformidades, especialmente nos quesitos temperatura e condições de armazenamento. A presença de Salmonella pode oferecer risco à saúde das crianças que venham a consumir filé de frango.
Palavras-chave: Saúde infantil, Saúde pública, Salmonella, Doenças transmitidas por alimentos.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
28-06-2019
Como Citar
Silveira, D., Kaefer, K., Porto, R., de Lima, H., Timm, C., & Cereser, N. (2019). QUALIDADE MICROBIOLÓGICA DE PRODUTOS DE ORIGEM ANIMAL ENCAMINHADOS PARA ALIMENTAÇÃO ESCOLAR. Ciência Animal Brasileira, 20(1), 1-8. Recuperado de https://revistas.ufg.br/vet/article/view/43226
Seção
MEDICINA VETERINÁRIA