CONSUMO E UTILIZAÇÃO DO ALIMENTO PELO BICHO-DA-SEDA (Bombyx mori L.), ALIMENTADO COM DOIS CULTIVARES DE AMOREIRA EM DIFERENTES IDADES DE CORTE

Autores

  • Antonio José Porto
  • Sílvia Regina Cunha Funari
  • Sílvia Maria Alves Gomes Dierckx

DOI:

https://doi.org/10.5216/cab.v7i2.399

Resumo

O presente estudo foi desenvolvido na Unidade de Pesquisa e Desenvolvimento de Gália-SP, da APTA/SAA, no período de 31 de dezembro de 1997 a 29 de abril de 1998. Teve por objetivo avaliar, através de índices nutricionais, os efeitos da idade de corte (7, 10, 13 e 16 semanas) de dois cultivares de amoreira (IZ 56/4 e Korin) sobre o consumo e utilização do alimento pelo bicho-da-seda (Bombyx mori L.).Com dez semanas de desenvolvimento o cultivar IZ 56/4 apresentou menor consumo e maior eficiência de utilização pelas lagartas no quinto ínstar, tendência também observada para o cultivar Korin. No geral, o cultivar Korin proporcionou as melhores características nutricionais, com menor ingestão, menor custo metabólico, maior eficiência de conversão e boa taxa de crescimento e digestibilidade. As lagartas do bicho-da-seda apresentaram boa capacidade compensatória em condições nutricionais inadequadas, de forma a manter um ótimo crescimento e desenvolvimento. PALAVRAS-CHAVE: Bicho-da-seda, idade de corte, Morus sp.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2006-10-31

Como Citar

PORTO, A. J.; FUNARI, S. R. C.; DIERCKX, S. M. A. G. CONSUMO E UTILIZAÇÃO DO ALIMENTO PELO BICHO-DA-SEDA (Bombyx mori L.), ALIMENTADO COM DOIS CULTIVARES DE AMOREIRA EM DIFERENTES IDADES DE CORTE. Ciência Animal Brasileira / Brazilian Animal Science, Goiânia, v. 7, n. 2, p. 153–166, 2006. DOI: 10.5216/cab.v7i2.399. Disponível em: https://revistas.ufg.br/vet/article/view/399. Acesso em: 19 maio. 2024.

Edição

Seção

Produção Animal