ASPECTOS DE QUALIDADE INTERNA E EXTERNA DE OVOS COMERCIALIZADOS EM DIFERENTES ESTABELECIMENTOS NA REGIÃO DE GOIÂNIA

Autores

  • Nadja Susana Mogyca Leandro
  • Helder Amorin Borges de Deus
  • José Henrique Stringhini
  • Marcos Barcellos Café
  • Maria Auxiliadora Andrade
  • Fabyola Barros de Carvalho

DOI:

https://doi.org/10.5216/cab.v6i2.358

Resumo

Realizaram-se dois experimentos, em que no primeiro avaliou-se a qualidade de ovos brancos de granja, comercializados em supermercados, mercados de varejo, feiras e na própria granja e no segundo, compararam-se os ovos brancos, caipiras e ovos especiais (enriquecidos com ômega 3), provenientes de diferentes tipos de estabelecimentos. Os ovos brancos do dia (da granja) e os comercializados em supermercados apresentaram melhores resultados (P<0,05) para unidade Haugh e pH da gema, no entanto, não deferiram (P>0,05) em relação ao peso dos ovos, percentagem de albume e gema e para as características externas (% de trincados, sujos e pequenos). Os ovos especiais e caipiras apresentaram os piores resultados para a qualidade interna. Conclui-se que ovos de pior qualidade foram adquiridos na feira e os de melhor qualidade, na própria granja, ovos do dia. Os ovos especiais foram os de pior qualidade interna, independente do estabelecimento comercial. PALAVRAS-CHAVE: Comercialização, componentes do ovo, qualidade do ovo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2006-10-30

Como Citar

LEANDRO, N. S. M.; DEUS, H. A. B. de; STRINGHINI, J. H.; CAFÉ, M. B.; ANDRADE, M. A.; CARVALHO, F. B. de. ASPECTOS DE QUALIDADE INTERNA E EXTERNA DE OVOS COMERCIALIZADOS EM DIFERENTES ESTABELECIMENTOS NA REGIÃO DE GOIÂNIA. Ciência Animal Brasileira / Brazilian Animal Science, Goiânia, v. 6, n. 2, p. 71–78, 2006. DOI: 10.5216/cab.v6i2.358. Disponível em: https://revistas.ufg.br/vet/article/view/358. Acesso em: 14 jul. 2024.

Edição

Seção

Produção Animal