UTILIZAÇÃO DE UM COMPLEXO MULTIENZIMÁTICO EM DIETAS DE FRANGOS DE CORTE

Autores

  • Fernando Guilherme Perazzo Costa
  • Rossana Herculano Clementino
  • Iánglio Márcio Travassos Duarte Jácome
  • Germano Augusto Jerônimo do Nascimento
  • Walter Esfraim Pereira

Resumo

O trabalho foi realizado no Setor de Avicultura do DZ/CCA/UFPB, com o objetivo de estudar o efeito da adição de um complexo multienzimático (CM) em rações de frangos de corte da linhagem Ross sobre o desempenho,rendimento de carcaça e gordura abdominal das aves durante as fases inicial (1-21 dias), crescimento (22-42 dias) e total (1-42 dias de idade). Os pintos foram distribuídos num delineamento em blocos casualizados com cinco tratamentos e quatro repetições de 20 aves por unidade experimental. A dieta sem adição do CM foi considerada o tratamento controle (T1). No tratamento dois (T2) foi adicionado 0,1%do CM na ração controle, e para T3, T4 e T5 os níveis protéicos e energéticos foram reduzidos em 1%, 2% e 3%, mas com adição de 0,1%; 0,2% e 0,3% do CM, respectivamente. Os níveis do CM influenciaram a conversão alimentar (CA) no período inicial e o consumo de ração (CR) na fase de crescimento. Não houve efeito significativo para rendimento de carcaça (RC) e gordura abdominal (GA) aos 42 dias de idade. Analisando o período total, o ganho de peso e a CA revelaram efeitos estatísticos (P<0,05), recomendando-se então, o tratamento dois, mediante os melhores resultados obtidos nesta pesquisa. PALAVRAS-CHAVE: Desempenho, frangos de corte, rendimento de carcaça.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2006-10-27

Como Citar

COSTA, F. G. P.; CLEMENTINO, R. H.; JÁCOME, I. M. T. D.; NASCIMENTO, G. A. J. do; PEREIRA, W. E. UTILIZAÇÃO DE UM COMPLEXO MULTIENZIMÁTICO EM DIETAS DE FRANGOS DE CORTE. Ciência Animal Brasileira / Brazilian Animal Science, Goiânia, v. 5, n. 2, p. 63–71, 2006. Disponível em: https://revistas.ufg.br/vet/article/view/326. Acesso em: 7 out. 2022.

Edição

Seção

Produção Animal