ENFERMIDADES DIAGNOSTICADAS NA GENITÁLIA EXTERNA DE TOUROS: ESTUDO RETROSPECTIVO (2007 – 2013)

Autores

  • Rogério Elias Rabelo Escola de Veterinária, UFG, Regional de Jataí, Jataí, GO, Brasil
  • Luiz Antônio Franco da Silva
  • Valcinir Aloísio Scalla Vulcani
  • Fabiano José Ferreira de Sant'Ana
  • Bruno Moraes Assis
  • Andressa Sabine Rabbers

DOI:

https://doi.org/10.1590/cab.v16i1.30990

Palavras-chave:

Doenças de bovinos, Sistema Genital Masculino, Epidemiologia

Resumo

Apesar da importância de se conhecerem os dados epidemiológicos sobre as enfermidades que acometem a genitália externa de touros, poucas investigações têm sido conduzidas sobre o tema. Este trabalho objetiva realizar um estudo epidemiológico de enfermidades diagnosticadas na genitália externa de touros, em 215 propriedades rurais distribuídas nas cinco mesorregiões do Estado de Goiás, Brasil, entre os anos de 2007 e 2013. Pôde-se notar que o maior número de casos foi verificado na mesorregião do sudoeste goiano (64%), seguida do noroeste de Goiás (18,5%). Verificou-se que, dos touros afetados, 156 (71,89%) eram zebuínos, 47 (21,66%) taurinos e 14 (6,45%) mestiços. Dentre as enfermidades, a acropostite-fimose se destacou, seguida do fibropapiloma de glande, abscesso prepucial e fratura peniana. Confirmaram-se como fatores de risco, aspectos multifatoriais, com destaque para a condição morfológicas dos animais, ambiente, manejo e os traumas. Em muitos casos, a ausência ou o número insuficiente de médicos veterinários capacitados que atuam no campo foi mencionado como um dos principais pontos de estrangulamento para a realização do diagnóstico, tratamento e prevenção das enfermidades, o que evitaria o descarte prematuro dos animais. 

Palavras-chave: Doenças de bovinos; epidemiologia; sistema genital masculino.


Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rogério Elias Rabelo, Escola de Veterinária, UFG, Regional de Jataí, Jataí, GO, Brasil

Graduado em Medicina Veterinária pela Universidade Federal de Goiás (1999) mestre e doutor em Ciência Animal, na área de Clínica Cirúrgica Animal, pela Universidade Federal de Goiás (2003/2009). Professor Adjunto da Universidade Federal de Goiás/Campus Jataí. Responsável pelas disciplinas de Técnica Operatória, Clínica Cirúrgica Animal e Patologia Cirúrgica de Grandes Animais. Atualmente exerce funções administrativas de de coordenador do Setor de Grandes Animais do Hospital Veterinário, coordenador do Biotério e subcoordenador no curso de Especialização em Residência em Medicina Veterinária no Campus Jataí-UFG. É professor e orientador do Programa de Pós Graduação em Ciência Animal da Escola de Medicina Veterinária e Zootecnia da UFG. Consultor ad hod da Revista Brasileira de Ciência Veterinária e e da Revista Ciência Animal Brasileira, onde também atua como membro do comitê interno de área. Desenvolve projetos de pesquisa financiados pelo CNPq e FAPEG, com ênfase nas áreas de podologia bovina, cirurgias do aparelho reprodutor de bovinos e cirurgia experimental. Coordena projetos de extensão voltados ao atendimento clínico cirúrgico e treinamento de mão de obra auxiliar rural em propriedades rurais direcionados à atividade leiteira.

Downloads

Publicado

2015-01-31

Como Citar

RABELO, R. E.; SILVA, L. A. F. da; VULCANI, V. A. S.; SANT’ANA, F. J. F. de; ASSIS, B. M.; RABBERS, A. S. ENFERMIDADES DIAGNOSTICADAS NA GENITÁLIA EXTERNA DE TOUROS: ESTUDO RETROSPECTIVO (2007 – 2013). Ciência Animal Brasileira / Brazilian Animal Science, Goiânia, v. 16, n. 1, p. 133–143, 2015. DOI: 10.1590/cab.v16i1.30990. Disponível em: https://revistas.ufg.br/vet/article/view/30990. Acesso em: 2 mar. 2024.

Edição

Seção

Medicina Veterinária