EFEITO DE DUAS DENSIDADES E DOIS TIPOS DE CAMA SOBRE A UMIDADE DA CAMA E A INCIDÊNCIA DE LESÕES NA CARCAÇA DEFRANGO DE CORTE

Autores

  • Maria Cristina de Oliveira
  • Ronaldo Brito Goulart
  • Jean Carlos Nunes da Silva

DOI:

https://doi.org/10.5216/cab.v3i2.291

Resumo

Este experimento foi conduzido para avaliar o efeito de duas densidades populacionais e dois tipos de cama de frango sobre a umidade da cama e sobre a incidência de lesões no peito, joelho e coxim plantar em frangos de corte. Foram utilizadas 450 aves em delineamento inteiramente casualizado e arranjo fatorial 2 x 2 (duas densidades populacionais – 10 e 14 aves/m2 e dois tipos de cama –maravalha e serragem) com cinco repetições. Ao final do experimento, os frangos foram abatidos e foi realizada a avaliação das lesões e determinados o teor de matéria seca, a densidade e a capacidade de retenção de água. Não houve efeito (P > 0,05) das diferentes densidades, tipos de cama ou densidade x tipo de cama sobre as lesões no peito. Houve efeito (P < 0,05) da densidade, do tipo de cama e da interação densidade x tipo de cama sobre as lesões no joelho e coxim plantar e apenas do tipo de cama (P < 0,05) sobre o teor de matéria seca, densidade e capacidade de retenção de água das camas. Concluiu-se que a maravalha pode ser usada como cama sob as duas densidades populacionais avaliadas e a serragem somente sob a menor densidade. PALAVRAS-CHAVE: Cama de frango, capacidade de retenção de água, densidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2006-10-25

Como Citar

OLIVEIRA, M. C. de; GOULART, R. B.; SILVA, J. C. N. da. EFEITO DE DUAS DENSIDADES E DOIS TIPOS DE CAMA SOBRE A UMIDADE DA CAMA E A INCIDÊNCIA DE LESÕES NA CARCAÇA DEFRANGO DE CORTE. Ciência Animal Brasileira / Brazilian Animal Science, Goiânia, v. 3, n. 2, p. 7–12, 2006. DOI: 10.5216/cab.v3i2.291. Disponível em: https://revistas.ufg.br/vet/article/view/291. Acesso em: 13 jul. 2024.

Edição

Seção

Produção Animal