PREVALÊNCIA DA INFECÇÃO PELO VÍRUS DA DOENÇA DE AUJESZKY EM MATRIZES DE SISTEMAS DE PRODUÇÃO QUE ABASTECEM O MERCADO CONSUMIDOR DE GOIÂNIA

Autores

  • Cleusely Matias de Souza
  • Jurij Sobestiansky,
  • Moema Pacheco Chediak Matos
  • Karen Lopes Caiado

DOI:

https://doi.org/10.5216/cab.v3i2.281

Resumo

A espécie suína é considerada o principal reservatório do vírus da doença de Aujeszky e o seu mais importante disseminador. O presente trabalho teve como objetivo realizar o estudo da prevalência da infecção pelo vírus da doença de Aujeszky em matrizes de sistemas de produção que abastecem o mercado consumidor de Goiânia. Foram colhidas amostras de sangue de 40 sistemas de produção de suínos de ciclo completo, perfazendo um total de 829 amostras de soros. Das 829 amostras testadas pela técnica de ELISA, 811 (97,83%) amostras foram negativas e 18 (2,17%) amostras positivas, e estas últimas também foram positivas na prova complementar de soroneutralização, obtendo-se dessa forma uma prevalência de 2,17% sobre a população estudada. As 18 amostras positivas eram procedentes de um sistema extensivo de produção. PALAVRAS-CHAVE: Suíno, pseudo-raiva, Herpesvírus suis, ELISA, soroneutralização.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2006-10-24

Como Citar

SOUZA, C. M. de; SOBESTIANSKY, J.; MATOS, M. P. C.; CAIADO, K. L. PREVALÊNCIA DA INFECÇÃO PELO VÍRUS DA DOENÇA DE AUJESZKY EM MATRIZES DE SISTEMAS DE PRODUÇÃO QUE ABASTECEM O MERCADO CONSUMIDOR DE GOIÂNIA. Ciência Animal Brasileira / Brazilian Animal Science, Goiânia, v. 3, n. 2, p. 53–56, 2006. DOI: 10.5216/cab.v3i2.281. Disponível em: https://revistas.ufg.br/vet/article/view/281. Acesso em: 2 mar. 2024.

Edição

Seção

Medicina Veterinária