COMPARAÇÃO DE DIFERENTES MÉTODOS DE AVALIAÇÃO DA ÁREA DE OLHO DE LOMBO E COBERTURA DE GORDURA EM BOVINOS DE CORTE

Autores

  • Cristiano Sales Prado
  • João Teodoro Pádua
  • Marilma Pacheco Chediak Corrêa
  • José Bento Sterman Ferraz
  • eliane Sayuri Miyagi
  • Luciano Santos de Resende

DOI:

https://doi.org/10.5216/cab.v5i3.26837

Palavras-chave:

Avaliação de carcaça

Resumo

O presente trabalho avaliou características de carcaça de bovinos de corte, de diferentes grupos genéticos, comparando métodos de avaliação de área de olho de lombo e de gordura de cobertura, além da estimativa das correlações de Pearson entre medidas efetuadas na carcaça e por ultra-sonografia para área de olho de lombo. Foram utilizados 48 bovinos machos dos grupos genéticos Nelore (N), Brangus (BR), ½ Canchim ½ Nelore (CN) e ½ Limousin½ Nelore (LN), criados em regime de pasto com suplementação, sendo que metade dos animais de cada grupo foi castrada aos doze meses de idade aproximada-mente. Na semana que antecedeu o abate foram realizadas medições da área de olho de lombo por ultra-sonografia (AOLU) e, após o abate, foram avaliados o acabamento (ACAB), a área de olho de lombo medida na carcaça (AOLC)e a espessura de gordura medida à altura da 13ª vértebra torácica (EG13). Os resultados mostraram efeito de grupo genético para AOLU, AOLC, ACAB e EG13. O grupo genético LN apresentou maiores médias para AOLU e AOLC que os demais (P<0,05). Foi observada uma correlação de 0,80entre as medidas de AOLU e AOLC. A castração mostrou efeito significativo para ACAB e EG13 (P<0,01). PALAVRAS-CHAVE: Ultra-sonografia, carcaça, área de olho de lombo, gordura de cobertura, bovinos de corte.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2006-10-27

Como Citar

PRADO, C. S.; PÁDUA, J. T.; CORRÊA, M. P. C.; FERRAZ, J. B. S.; MIYAGI, eliane S.; RESENDE, L. S. de. COMPARAÇÃO DE DIFERENTES MÉTODOS DE AVALIAÇÃO DA ÁREA DE OLHO DE LOMBO E COBERTURA DE GORDURA EM BOVINOS DE CORTE. Ciência Animal Brasileira / Brazilian Animal Science, Goiânia, v. 5, n. 3, p. 141–148, 2006. DOI: 10.5216/cab.v5i3.26837. Disponível em: https://revistas.ufg.br/vet/article/view/26837. Acesso em: 24 jul. 2024.

Edição

Seção

Produção Animal