OTITES PARASITÁRIAS POR NEMATÓDEOS RABDITIFORMES EM BOVINOS: AVALIAÇÃO DE TRATAMENTOS

Autores

  • Maria Cristina de Medeiros Vieira
  • Luiz Antônio Franco da Silva
  • José Luiz de Barros Araújo
  • Maria Clorinda Soares Fioravanti
  • Edinilson Vieira Silva

DOI:

https://doi.org/10.5216/cab.v2i1.26812

Palavras-chave:

Sanidade Animal

Resumo

A otite parasitária em raças como a Gir e a Indubrasil tem repercussões econômicas bastante acentuadas, e vários tratamentos têm sido utilizados, porém as recidivas são freqüentes. Avaliou-se a eficácia de dois tratamentos medicamentosos utilizando-se 45 bovinos adultos da raça Gir, divididos em três grupos de 15 animais, portadores de otites clínicas causada por Rhabditis sp. Todos os grupos foram submetidos à limpeza do conduto auditivo externo, com solução de éter sulfúrico boricado a 3%, antes de receberem os tratamentos. O grupo-controle não foi tratado, e fez-se a lavagem do conduto auditivo externo com solução fisiológica. O segundo grupo recebeu o tratamento 1, uma única aplicação de triclorfon a 3%, dimetilsulfóxido (DMSO) a 1%, utilizando-se como veículo a nitrofurazona pasta. O terceiro grupo foi submetido ao tratamento 2, uma solução álcool/éter 1:1 com 2% de sulfato de cobre, também em única aplicação. Os tratamentos 1 e 2 não alcançaram efeito desejado quando realizados em campo. PALAVRAS-CHAVE: Bovino, Gir, otite, Rhabditis sp., tratamento.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2006-10-23

Como Citar

VIEIRA, M. C. de M.; SILVA, L. A. F. da; ARAÚJO, J. L. de B.; FIORAVANTI, M. C. S.; SILVA, E. V. OTITES PARASITÁRIAS POR NEMATÓDEOS RABDITIFORMES EM BOVINOS: AVALIAÇÃO DE TRATAMENTOS. Ciência Animal Brasileira / Brazilian Animal Science, Goiânia, v. 2, n. 1, p. 51–55, 2006. DOI: 10.5216/cab.v2i1.26812. Disponível em: https://revistas.ufg.br/vet/article/view/26812. Acesso em: 21 jul. 2024.

Edição

Seção

Medicina Veterinária