ESTIMATIVAS DE PARÂMETROS GENÉTICOS PARA CARACTERÍSTICAS DE CRESCIMENTO DE CORDEIROS MESTIÇOS SUFFOLK

Autores

  • Priscilla Regina Tamioso Universidade Federal do Paraná - UFPR
  • Laila Talarico Dias Universidade Federal do Paraná - UFPR
  • Rodrigo de Almeida Teixeira Universidade Federal do Paraná - UFPR
  • Cláudio José Araújo da Silva Universidade Federal do Paraná - UFPR

DOI:

https://doi.org/10.1590/cab.v15i4.25355

Palavras-chave:

Desempenho ponderal, Genética quantitativa, Parâmetros genéticos

Resumo

Objetivou-se estimar os coeficientes de herdabilidade e correlação genética entre os pesos ao nascer (PN) e à desmama (PD) de cordeiros mestiços Suffolk, pertencentes a rebanho experimental. Assim, foram testados quatro modelos, os quais consideraram o efeito genético aditivo direto (Modelo 1), os efeitos genético direto e de ambiente permanente materno (Modelo 2), os efeitos aditivo direto, de ambiente permanente e genético materno (cova,m=0) (Modelo 3), e no Modelo 4, além daqueles contemplados no Modelo 3, foi considerada cova,m?0. Após comparar os modelos por meio do teste de razão de verossimilhança (LRT), observou-se que o 3 foi o mais adequado, sendo que as estimativas de herdabilidade foram de baixa magnitude para PN e PD, iguais a 0,08±0,009 e 0,24±0,17, respectivamente, indicando pequena possibilidade de resposta à seleção direta. Da mesma maneira, o coeficiente de correlação genética entre estas características foi 0,43±0,39, resultado que implica pequena possibilidade de resposta correlacionada. A inclusão dos efeitos maternos é necessária para a estimação adequada de parâmetros genéticos para as características avaliadas.

PALAVRAS-CHAVE: comparação de modelos; correlação genética; herdabilidade; peso corporal.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2014-12-23

Como Citar

TAMIOSO, P. R.; DIAS, L. T.; TEIXEIRA, R. de A.; DA SILVA, C. J. A. ESTIMATIVAS DE PARÂMETROS GENÉTICOS PARA CARACTERÍSTICAS DE CRESCIMENTO DE CORDEIROS MESTIÇOS SUFFOLK. Ciência Animal Brasileira / Brazilian Animal Science, Goiânia, v. 15, n. 4, p. 414–419, 2014. DOI: 10.1590/cab.v15i4.25355. Disponível em: https://revistas.ufg.br/vet/article/view/25355. Acesso em: 24 jul. 2024.

Edição

Seção

Produção Animal