COMPARAÇÃO DAS CARACTERÍSTICAS E MEDIDAS ULTRASSONOGRÁFICAS DAS GLÂNDULAS ADRENAIS DE CÃES E GATOS FILHOTES SAUDÁVEIS

Autores

  • Ivan F. Charas Santos Universidade Eduardo Mondlane. Universidade Paulista Júlio de Mesquita filho. Botucatu.SP. Brasil
  • Maria Jaqueline Mamprim Universidade Paulista Júlio de Mesquita filho. Botucatu.SP. Brasil
  • Raquel Sartor

DOI:

https://doi.org/10.5216/cab.v14i4.23953

Palavras-chave:

ultrassonografia, abdômen, glândula adrenal, pequenos animais

Resumo

O estudo teve como objetivo analisar e comparar as características e dimensões ultrassonográficas das glândulas adrenais entre cães e gatos filhotes hígidos, estabelecendo padrões de normalidade e de referência. Participaram do estudo 15 cães e 15 gatos filhotes com idade entre cinco e seis meses, de raça mista, peso médio de 3 kg e 2 kg, respectivamente. Os animais foram submetidos ao exame ultrassonográfico das glândulas adrenais, para visibilização das características internas do órgão. A frequência de visibilização das glândulas adrenais foi de 100% nos gatos filhotes, enquanto nos cães filhotes a frequência foi de 75% para a glândula direita e 100% para a esquerda. O comprimento e a largura das glândulas adrenais revelaram diferenças significativas (P = 0,01) entre os cães e gatos filhotes, sendo que as glândulas adrenais dos cães filhotes, direita e esquerda, foram maiores em comprimento (1,08 ± 0,01 cm e 1,11 ± 0,01 cm) e largura (0,42 ± 0,02 cm e 0,45 ± 0,01 cm) em relação ao comprimento (0,64 ± 0,01 cm e 0,63 ± 0,01 cm) e largura (0,30 ± 0,02 cm e 0,34 ± 0,01 cm) dos gatos filhotes. Em ambos os grupos, as glândulas adrenais apresentaram-se hipoecogênicas em relação à gordura adjacente, sendo delimitadas por uma linha hiperecogênica, e não se observou distinção entre as regiões cortical e medular. As dimensões ultrassonográficas de comprimento e largura das glândulas adrenais, direita e esquerda, foram as mesmas em cães e gatos filhotes. A glândula adrenal direita e esquerda dos cães filhotes foram maiores, em comprimento e largura, que as glândulas dos gatos filhotes.

PALAVRAS-CHAVE: Abdômen; glândula adrenal; pequenos animais; ultrassonografia.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2013-12-17

Como Citar

SANTOS, I. F. C.; MAMPRIM, M. J.; SARTOR, R. COMPARAÇÃO DAS CARACTERÍSTICAS E MEDIDAS ULTRASSONOGRÁFICAS DAS GLÂNDULAS ADRENAIS DE CÃES E GATOS FILHOTES SAUDÁVEIS. Ciência Animal Brasileira / Brazilian Animal Science, Goiânia, v. 14, n. 4, p. 514–521, 2013. DOI: 10.5216/cab.v14i4.23953. Disponível em: https://revistas.ufg.br/vet/article/view/23953. Acesso em: 30 maio. 2024.

Edição

Seção

Medicina Veterinária