EFEITO DO FOTOPERÍODO SOBRE A COMPOSIÇÃO DO FILÉ DE JUVENIS DE TILÁPIA DO NILO

Autores

  • Galileu Crovatto Veras Universidade Federal do Pará (UFPA) Professor Adjunto da Faculdade de Engenharia de Pesca
  • Luis David Solis Murgas Universidade Federal de Lavras (UFLA) Professor Associado do Departamento de Medicina Veterinária
  • Marcio Gilberto Zangeronimo Universidade Federal de Lavras (UFLA) Professor Adjunto do Departamento de Medicina Veterinária
  • Priscila Vieira Rosa Universidade Federal de Lavras (UFLA) Professora Associada do Departamento de Zootecnia
  • José Rafael Miranda Universidade Federal de Lavra (UFLA) Professor Adjunto do Departamento de Medicina Veterinária
  • Marcos Ferreira Brabo Universidade Federal do Pará (UFPA) Professor Assistente da Faculdade de Engenharia de Pesca

DOI:

https://doi.org/10.5216/cab.v15i2.22238

Palavras-chave:

Piscicultura

Resumo

Com este estudo objetivou-se avaliar o efeito do fotoperíodo sobre a composição centesimal de filés de juvenis de tilápia do Nilo. Utilizou-se um delineamento inteiramente casualizado com cinco tratamentos (0L:24E; 6L:18E; 12L:12E; 18L:6E; 24L:0E) e quatro repetições. Foram utilizados 160 alevinos de tilápia, distribuídos em 20 aquários (20L) em sistema de recirculação, temperatura controlada em 27 °C e densidade de oito peixes por aquário. Os peixes foram alimentados duas vezes ao dia, com ração comercial extrusada contendo 40% de proteína bruta. Ao final de 75 dias, amostras do filé foram coletadas e armazenadas em freezer (-80 °C) para posteriores análises da composição bromatológica. Não houve efeito dos diferentes fotoperíodos sobre a umidade e cinzas do filé (P>0,05). Por outro lado, os peixes sob fotoperíodo de 18L:6E apresentaram maior quantidade de proteína e retenção desta no filé, assim como menor quantidade de gordura e retenção de lipídeo (P<0,05). Portanto, pode-se concluir que o fotoperíodo pode alterar a composição corporal de alevinos de tilápia do Nilo, sendo que e o fotoperíodo de 18L:6E contribui para o aumento da concentração de proteína bruta e uma menor deposição de gordura no filé.

PALAVRAS-CHAVE: composição centesimal, Oreochromis niloticus, retenção de nutrientes.

 

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Galileu Crovatto Veras, Universidade Federal do Pará (UFPA) Professor Adjunto da Faculdade de Engenharia de Pesca

Instituto de Estudos Costeiros

Faculdade de Engenharia de Pesca

Área: Nutrição de Organismos Aquáticos e Piscicultura

Luis David Solis Murgas, Universidade Federal de Lavras (UFLA) Professor Associado do Departamento de Medicina Veterinária

Departamento de Medicina Veterinária

Área: Nutrição e Reprodução de Peixes de Água Doce

Marcio Gilberto Zangeronimo, Universidade Federal de Lavras (UFLA) Professor Adjunto do Departamento de Medicina Veterinária

Departamento de Medicina Veterinária

Área: Produção Animal

 

Priscila Vieira Rosa, Universidade Federal de Lavras (UFLA) Professora Associada do Departamento de Zootecnia

Departamento de Zootecnia

Área: Nutrição de Peixes

José Rafael Miranda, Universidade Federal de Lavra (UFLA) Professor Adjunto do Departamento de Medicina Veterinária

Departamento de Medicina Veterinária

Área: Morfofisiologia da Reprodução Animal

Marcos Ferreira Brabo, Universidade Federal do Pará (UFPA) Professor Assistente da Faculdade de Engenharia de Pesca

Faculdade de Enhenharia de Pesca

Área: Aquicultura/ Piscicultura Continental

Downloads

Publicado

2014-06-29

Como Citar

VERAS, G. C.; MURGAS, L. D. S.; ZANGERONIMO, M. G.; ROSA, P. V.; MIRANDA, J. R.; BRABO, M. F. EFEITO DO FOTOPERÍODO SOBRE A COMPOSIÇÃO DO FILÉ DE JUVENIS DE TILÁPIA DO NILO. Ciência Animal Brasileira / Brazilian Animal Science, Goiânia, v. 15, n. 2, p. 168–173, 2014. DOI: 10.5216/cab.v15i2.22238. Disponível em: https://revistas.ufg.br/vet/article/view/22238. Acesso em: 20 maio. 2024.

Edição

Seção

Produção Animal