CONFORMAÇÃO CORPORAL DE EQUINOS DE DIFERENTES GRUPOS GENÉTICOS

Autores

  • Marcos Paulo Gonçalves Rezede UNIVERSIDADE FEDERAL DO MATO GROSSO DO SUL
  • Julio Cesar de Sousa UNIVERSIDADE FEDERAL DO MATO GROSSO DO SUL; FLORIDA ATLANTIC UNIVERSITY - EUA.
  • Marcelo Falci Mota UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL
  • Nicacia Monteiro Oliveira UNIVERSIDADE FEDERAL DO MATO GROSSO DO SUL
  • Rodrigo José Delgado Jardim UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO

DOI:

https://doi.org/10.1590/cab17321194

Palavras-chave:

Melhoramento Genético

Resumo

Qualquer atividade equestre exig e equino com aptidão adequada, podendo ser identificada através da conformação corporal (IC), calculada pela combinação de medidas biométricas. Objetivou-se avaliar IC de 86 equinos, pertencentes aos grupos genéticos (GG): Crioulo (CR), Brasileiro de Hipismo (BH), Árabe (ARB), Quarto de Milha (QM), Puro Sangue Inglês (PSI) e mestiços com pequena estatura corporal, rotulado Petiço (PE). Avaliaram-se relação cernelha garupa, peso corporal estimado, torácico, corporal, corporal relativo, conformação, compacidade e carga 1 e 2, carga na canela e dáctilo-torácico. Analisaram-se efeito de sexo (S), GG e interação S*GG; correlações entre IC; componentes principais, elaborando-se diagrama de dispersão com biplot, para se verificar a distribuição dos GG em relação aos IC; e cluster para verificar distância entre GG. Os efeitos foram responsáveis por variações (P<0,05) nos IC. Considerou-se o PE elipométrico e os demais, eumétricos. Considerou-se o PSI mediolíneo e os demais, brevilíneos. Equinos PSI, QM e PE apresentaram-se aptos para executar atividades com sela até tração leve e o restante, até tração pesada. Equinos BH e ARB apresentaram maior capacidade de suportar peso sem esforço exagerado sobre o dorso, trabalhando a passo e ao galope. Observaram-se maior similaridade entre QM e CR e menor entre PE com os GG.
Palavras-chave: aptidões; diversidade; equinos; conformação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marcos Paulo Gonçalves Rezede, UNIVERSIDADE FEDERAL DO MATO GROSSO DO SUL

Graduado em Ciências Biológicas pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul. Graduando em Zootecnia na Universidade Federal do Mato Grosso do Sul. Mestre em Zootecnia pela Universidade Estadual do Mato Grosso do Sul. Doutorando em Zootecnia pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia.

Julio Cesar de Sousa, UNIVERSIDADE FEDERAL DO MATO GROSSO DO SUL; FLORIDA ATLANTIC UNIVERSITY - EUA.

Graduado em Ciências Biológicas pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (1986); e em Zootecnia pela Universidade Federal do Paraná - UFPR (2008). Mestre em Zootecnia, área de concentração em Genética e Melhoramento Animal, pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1992) e doutor em Ciências Biológicas (Genética) pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1997). Pós Doutorando na Universidade do Missouri, USA (2006 /2007 Visiting Professor); Bolsista senior da Capes; atualmente realizado Pos Doutorado em Ecologia e Conservacao Animal na Florida Atlantic University - USA (2012/2013). Organizador e Autor do Livro Pantanal Produzindo com Sustentabilidade. Avaliador de Cursos pelo Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (SINAES-INEP/MEC). Tenho experiência na área de Zootecnia e Analise de dados (em SAS e MTDFREML) e com conservação e ecologia de campo. Desenvolve trabalhos com genética e melhoramento dos Animais Domésticos, produção de animal (silvestres e domésticos), gado de corte, búfalos e estimativas de parâmetros genéticos; Zootecnia, Melhoramento Animal; Zoologia; Ecologia Aplicada; Genetica e uso do SAS e MTDFREML. Orienta no Programa de Ciencia Animal da FAMEZ-UFMS, onde tem 03 orientados de mestrado e 01 de doutorado.

Marcelo Falci Mota, UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL

É graduado em Medicina Veterinária pela Universidade Federal de Viçosa (1995), especialista pela Universidade Federal de Lavras em Produção de Ruminantes (2000), e doutor em Zootecnia pela Universidade Estadual de Maringá (2006). Professor do Curso de Medicina Veterinária da Universidade Federal da Fronteira Sul - UFFS, Campus Realeza - Pr, e de 2007 a 2009, Professor Substituto no mesmo curso, na Universidade Federal do Paraná, Campus Palotina. É consultor ad hoc da Fundação Araucária, da Revista Brasileira de Saúde e Produção Animal (UFBA), da Revista Brasileira de Ciências Veterinárias (UFF), dos Arquivos de Ciências Veterinárias e Zoologia da UNIPAR e revisor de trabalhos da SBZ 2009 e 2010. Em parceria com a Associação Brasileira dos Criadores de Zebu (ABCZ) realiza projetos de pesquisa deste 2007 na avaliação da raça Brahman no Brasil. Possui quatorze trabalhos completos publicados em periódicos indexados, 40 em anais evento, cinco orientações de monografia de especialização, 35 graduação e três de iniciação científica. Atua principalmente na área de bovinocultura de leite e corte, produçao e avaliação nutricional de plantas forrageiras, nutrição e alimentação animal e reprodução de bovinos

Nicacia Monteiro Oliveira, UNIVERSIDADE FEDERAL DO MATO GROSSO DO SUL

Graduada em Biologia pela Universidade Federal do Mato Grosso do Sul. Mestre em Zootecnia pela Universidade Estadual do Mato Grosso do Sul. Atualmente graduando em Zootecnia na Universidade Federal do Mato Grosso do Sul.

Rodrigo José Delgado Jardim, UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO

Possui graduação em Medicina Veterinaria pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (2001) . Tem experiência na área de Medicina Veterinaria.

Downloads

Publicado

2016-07-29

Como Citar

REZEDE, M. P. G.; SOUSA, J. C. de; MOTA, M. F.; OLIVEIRA, N. M.; JARDIM, R. J. D. CONFORMAÇÃO CORPORAL DE EQUINOS DE DIFERENTES GRUPOS GENÉTICOS. Ciência Animal Brasileira / Brazilian Animal Science, Goiânia, v. 17, n. 3, p. 316–326, 2016. DOI: 10.1590/cab17321194. Disponível em: https://revistas.ufg.br/vet/article/view/21194. Acesso em: 25 maio. 2024.

Edição

Seção

Produção Animal