VALOR NUTRITIVO DE UMA PASTAGEM NATIVA DOMINADA POR Eragrostis plana Nees E SUA RELAÇÃO COM O PERFIL METABÓLICO DE VACAS PRIMÍPARAS SUPLEMENTADAS DA GESTAÇÃO AO PÓS-PARTO

Autores

  • Caius Barcellos de Pellegrini Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Renato Borges de Medeiros Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Silvane Barcelos Carlotto Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Renata Porto Alegre Garcia Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Celso Vargas Lisboa Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Gilmar Bruning Universidade Federal do Rio Grande do Sul

DOI:

https://doi.org/10.1590/cab17216953

Palavras-chave:

Colmo, Digestibilidade da Matéria Orgânica, Espécies Forrageiras Nativas, Fibra em Detergente Neutro, Folha, Proteína Bruta.

Resumo

Resumo
Objetivou-se com este trabalho estimar a qualidade da massa de forragem de uma pastagem nativa com 70% de cobertura de capim-annoni (Eragrostis plana Nees) sob pastejo contínuo de vacas primíparas. As características químicas da forragem dos componentes folha e colmo de capim-annoni e espécies nativas avaliadas foram: digestibilidade in vitro da matéria orgânica (DIVMO), proteína
bruta (PB) e fibra em detergente neutro (FDN). O perfil metabólico proteico e mineral no sangue das vacas foi relacionado com os suplementos sal comum, Fosbovi pronto®, Foscromo seca® e Fosbovi reprodução®. Verificaram-se maiores teores de PB na folha e colmo de capim-annoni no inverno (9,4%
e 6,7) e primavera (8,9% e 6,6), respectivamente. As variáveis metabólicas protéicas no sangue não diferiram entre suplementos (P>0,05), mas os níveis de albumina (34,5 a 25,3 g/L) e ureia (36,2 a 30,1 mg/dL) diminuíram do inverno para verão. Houve deficiência dos teores médios do mineral fósforo
para vacas suplementadas com Foscromo seca® (3,9), Fosbovi pronto® (3,3) e sal comum (2,2) na primavera e sal comum no verão (2,9 mg/dL). Vacas primíparas manejadas em pastagem nativa com predominância de 70% de cobertura de capim-annoni exigem suplementação do mineral fósforo com
Fosbovi reprodução® nas estações da primavera e verão.
Palavras-chave: Digestibilidade da matéria orgânica; espécies nativas; fibra em detergente neutro; folha; proteína bruta.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Caius Barcellos de Pellegrini, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Departamento de Agrometeorologia e Plantas Forrageiras

Renato Borges de Medeiros, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Departamento de Agrometeorologia e Plantas Forrageiras

Silvane Barcelos Carlotto, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Departamento de Agrometeorologia e Plantas Forrageiras

Renata Porto Alegre Garcia, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Departamento de Agrometeorologia e Plantas Forrageiras

Celso Vargas Lisboa, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Departamento de Agrometeorologia e Plantas Forrageiras

Gilmar Bruning, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Departamento de Agrometeorologia e Plantas Forrageiras

Downloads

Publicado

2016-04-29

Como Citar

DE PELLEGRINI, C. B.; MEDEIROS, R. B. de; CARLOTTO, S. B.; GARCIA, R. P. A.; LISBOA, C. V.; BRUNING, G. VALOR NUTRITIVO DE UMA PASTAGEM NATIVA DOMINADA POR Eragrostis plana Nees E SUA RELAÇÃO COM O PERFIL METABÓLICO DE VACAS PRIMÍPARAS SUPLEMENTADAS DA GESTAÇÃO AO PÓS-PARTO. Ciência Animal Brasileira / Brazilian Animal Science, Goiânia, v. 17, n. 2, p. 154–163, 2016. DOI: 10.1590/cab17216953. Disponível em: https://revistas.ufg.br/vet/article/view/16953. Acesso em: 23 jun. 2024.

Edição

Seção

Produção Animal