RENDIMENTO E VALOR NUTRITIVO DA FORRAGEM OUTONAL DE AMENDOIM-FORRAGEIRO

Autores

  • André Borba Affonso UFPel
  • Otoneil Geter Lauz Ferreira UFPel
  • Pedro Lima Monks UFPel
  • Lotar Siewerdt UFPel
  • Avelino Nunes Machado

Palavras-chave:

Forragem, valor nutritivo

Resumo

Num Argissolo vermelho amarelo eutrófico típi-co, do Centro Agropecuário da Palma, da UFPEL, Capão do Leão, RS,  foram avaliados os efeitos de cortes esti-vais e da adubação fosfatada e potássica sobre o rendi-mento e valor nutritivo da matéria seca (MS) outonal de amendoim-forrageiro (Arachis    pintoi Krap. & Greg.) cv. Alqueire-1 (BRA 037036). Compararam-se os seguintes regimes de cortes: zero, um, dois, três, quatro e cinco cor-tes, a 5 cm de altura do solo e três níveis (0 %, 50 % e 100 %) de adubação com fósforo e potássio conforme re-comendação da Sociedade Brasileira de Ciência do Solo para leguminosas forrageiras perenes de estação quente. Em blocos completos ao acaso, com parcelas divididas e três repetições, as adubações foram alocadas às parcelas e cortes, às subparcelas. As variáveis rendimento de MS do corte outonal, qualidade (PB, FDN e FDA) da MS  do corte outonal, taxa de acúmulo de MS do corte outonal e rendimento total de MS foram submetidas à análise de variância e regressão polinomial. Quando o objetivo for a utilização da forragem somente no outono, 70% da reco-mendação oficial de adubação com fósforo e potássio é su-ficiente para obtenção do máximo rendimento forrageiro. Porém, quando o objetivo for a utilização por cortes du-rante a estação de crescimento (primavera–verão) e tam-bém no outono, é necessária a aplicação integral (100%) da dose recomendada. O aumento no número de cortes durante a primavera–verão diminui proporcionalmente o rendimento de forragem no outono. O aumento no número de cortes durante a primavera–verão promove melhoria no  valor nutritivo da forragem colhida no outono, embora di-ferimentos de primavera também proporcionem forragem outonal de alta  qualidade.

PALAVRAS-CHAVES: Adubação, cortes, forrageira tropical, leguminosa.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2007-09-12

Como Citar

AFFONSO, A. B.; FERREIRA, O. G. L.; MONKS, P. L.; SIEWERDT, L.; MACHADO, A. N. RENDIMENTO E VALOR NUTRITIVO DA FORRAGEM OUTONAL DE AMENDOIM-FORRAGEIRO. Ciência Animal Brasileira / Brazilian Animal Science, Goiânia, v. 8, n. 3, p. 385–396, 2007. Disponível em: https://revistas.ufg.br/vet/article/view/1676. Acesso em: 7 jul. 2022.

Edição

Seção

Produção Animal