INFLUÊNCIA DE PROCEDIMENTOS GINECOLÓGICOS FREQUENTES NO DESEMPENHO PRODUTIVO E REPRODUTIVO DE FÊMEAS BUBALINAS MURRAH

Autores

  • Marilia Viviane Snel-Oliveira Faculdade de Medicina Veterinária - UPIS-Faculdades Integradas, Brasília,DF
  • Daniela Wetzel-Gastal Faculdade de Medicina Veterinária - Universidade Técnica de Lisboa, Lisboa
  • Roberto Sartori Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz” – ESALQ, Universidade de São Paulo, Piracicaba, SP
  • Jairo Pereira Neves Faculdade de Medicina Veterinária – Universidade de Brasília, Brasilia, DF

Palavras-chave:

búfalo, exame ginecológico, leite, pesquisa, reprodução

Resumo

Este trabalho teve o objetivo de avaliar, em búfalas Murrah, a interferência da manipulação diária dos animais para exame ginecológico em parâmetros reprodutivos e produtivos. Vinte e quatro búfalas, paridas no outono, ordenhadas uma vez ao dia, mantidas a pasto foram distribuídas nos grupos: Pesquisa (GP; n=13); e Controle (GC; n=11). As fêmeas do GP, após a ordenha, foram diariamente, desde o 7º dia pós-parto até o primeiro estro e cobertura, conduzidas até o curral e submetidas a exame ginecológico e coleta de sangue. Os animais do GC, após a ordenha, foram liberados diretamente para o pasto sem nenhuma manipulação. O GP apresentou intervalo parto-primeiro estro menor (40,4±9,0 dias) que o GC (59,2±24,4 dias; P<0,05). Não foi observada diferença no intervalo parto-concepção e na taxa de prenhez ao final da estação reprodutiva (61,2±21,3 dias e 86,0% GP; 71,2±30,4 dias e 91,0% GC, respectivamente; P>0,05), bem como na produção de leite. O número de coberturas por concepção foi maior no GP (2,1±0,9) do que no GC (1,5±0,5; P<0,05). Conclui-se que a manipulação diária dos animais para pesquisa empregada neste experimento afeta alguns parâmetros reprodutivos, comprometendo o número de coberturas por concepção, mas não interfere no intervalo parto-concepção, na taxa de prenhez ao final da estação e na produção leiteira, considerando-se o sistema de manejo e os índices de produção do experimento.

PALAVRAS-CHAVE: búfalo; exame ginecológico; leite; pesquisa; reprodução.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2013-12-17

Como Citar

SNEL-OLIVEIRA, M. V.; WETZEL-GASTAL, D.; SARTORI, R.; NEVES, J. P. INFLUÊNCIA DE PROCEDIMENTOS GINECOLÓGICOS FREQUENTES NO DESEMPENHO PRODUTIVO E REPRODUTIVO DE FÊMEAS BUBALINAS MURRAH. Ciência Animal Brasileira / Brazilian Animal Science, Goiânia, v. 14, n. 4, p. 468–472, 2013. Disponível em: https://revistas.ufg.br/vet/article/view/16377. Acesso em: 11 ago. 2022.

Edição

Seção

Medicina Veterinária