REGIME ALIMENTAR DE GIRINOS DE RÃ TOURO

Autores

  • José T. de Seixas Filho
  • Rodrigo Diana Navarro Universidade de Brasilia
  • Silvana L. Ribeiro Garcia
  • Ana Carolina da S. Santos

DOI:

https://doi.org/10.5216/cab.v14i1.16049

Palavras-chave:

proteína, exigência nutricional, nutrição de rã

Resumo

Foram utilizados 525 girinos de rã-touro durante 60 dias, distribuídos em 15 caixas, com um girino por litro. A água foi renovada 200%, a cada 24 horas. Os regimes alimentares foram elaborados por meio de cinco arranjos elaborados com sete rações comerciais com níveis de 22, 28, 32, 36, 40, 45 e 55% de proteína bruta (PB), ministradas a cada 15 dias. Foi utilizado o delineamento em blocos ao acaso, em parcela subdividida, com três repetições. As subparcelas foram constituídas por cinco biometrias: na instalação do experimento, 15, 30, 45 e 60 dias. Os girinos submetidos aos regimes alimentares RA1, com 22, 32, 36, e 40% de PB, apresentaram o maior consumo e o mesmo desempenho dos demais. Já os que receberam o RA5, com 40, 45, 45 e 50% de PB, apresentaram maior peso, mas o menor ganho de peso, maiores consumo, conversão e mortalidade, indicando que esses regimes oneram e não foram adequados ao manejo. Os regimes alimentares com 28, 32, 36 e 40% de PB e com 32, 36, 40 e 45% de PB foram mais adequados a esse tipo de manejo. Os animais, em todos os tratamentos, alcançaram desempenho maior que os alimentados tradicionalmente.

PALAVRAS-CHAVE: exigência nutricional; nutrição de rã; proteína.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2013-03-26

Como Citar

SEIXAS FILHO, J. T. de; DIANA NAVARRO, R.; GARCIA, S. L. R.; SANTOS, A. C. da S. REGIME ALIMENTAR DE GIRINOS DE RÃ TOURO. Ciência Animal Brasileira / Brazilian Animal Science, Goiânia, v. 14, n. 1, p. 17–22, 2013. DOI: 10.5216/cab.v14i1.16049. Disponível em: https://revistas.ufg.br/vet/article/view/16049. Acesso em: 12 jun. 2024.

Edição

Seção

Produção Animal