AVALIAÇÃO HISTOLÓGICA DE FÍGADO, RIM, TIREÓIDE, PARATIREÓIDE E OSSO DE SUÍNOS EM TERMINAÇÃO SUBMETIDOS A DIFERENTES DIETAS

Autores

  • Moema Pacheco Chediak Matos EV/UFG
  • Marina Pacheco Miguel EV/UFG
  • Veridiana Maria Brianezi Dignani Moura EV/UFG
  • Jurij Sobestiansky EV/UFG
  • Luiz Augusto Batista Brito EV/UFG

Palavras-chave:

Sanidade Animal

Resumo

O objetivo do estudo foi avaliar histologicamente fígado, rim, tireóide, paratireóide e osso metacarpo de suí­nos submetidos a restrições de microminerais, vitaminas e fósforo, e suplementados com a enzima fitase em dois períodos de restrição. Empregaram-se 48 fêmeas suínas com idade inicial de 105 dias (66,15 ± 0,14kg), recebendo dietas experimentais à base de milho e farelos de soja e trigo. Os animais foram agrupados aleatoriamente em seis tratamentos: dieta completa (T1); dieta completa sem suplemento micromineral-vitamínico (T2); dieta sem suplemento micromineral-vitamínico e com fitase (T3); dieta sem suplemento micromineral-vitamínico, sem 1/3 de fósforo inorgânico e com fitase (T4); dieta sem suplemento micromineral-vitamínico, sem 2/3 de fósforo inorgânico e com fitase (T5); dieta sem suplemento micromineral-vitamínico, sem fósforo inorgânico e com fitase (T6). Desenvolveu-se o experimento em duas etapas, sendo a primeira composta por 24 animais, restrição de 35 dias e abate aos 150 dias (106,65 kg), e a segunda, composta por 24 animais, restrição de 60 dias e abate aos 175 dias (123,87 kg). No momento do abate, colheram-se fragmentos de fígado, rim, tireóide, paratireóide e osso metacarpiano de cada animal dos diversos tratamentos. Todos os fragmentos foram fixados em solução de formol tamponado a 10%, processados, incluídos em parafina e corados por hematoxilina e eosina (HE). Empregou-se a coloração especial de tricrômico de Mallory apenas nas amostras ósseas. Ao exame histológico dos rins foram constatados 37 animais com nefrite intersticial (77%). À histologia hepática, observou-se discreto infiltrado inflamatório mononuclear de distribuição predominantemente focal em quinze animais (31,25%). Os tratamentos preconizados não provocaram alterações histológicas nas glândulas paratireóide e tireóide. À microscopia dos ossos metacarpianos, observou-se discreta osteocondrose em animais dos diferentes tratamentos e fases de restrição. Entretanto, durante o período experimental não se registraram quaisquer alterações clínicas relacionadas a doenças metabólicas ósseas ou a osteocondrose. Ainda, de acordo com os resultados, concluiu-se que a fitase foi eficiente em disponibilizar o fósforo fítico da dieta, uma vez que não se observaram lesões ósseas macro e microscópicas características de deficiência de fósforo.

PALAVRAS-CHAVES: Alterações histológicas, fitase, restrição de fósforo, vitaminas, microminerais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luiz Augusto Batista Brito, EV/UFG

Professor Titular do Departamento de Medicina Veterinária da Escola de Veterinária da UFG - Setor de Patologia Animal

Downloads

Publicado

2008-12-21

Como Citar

MATOS, M. P. C.; MIGUEL, M. P.; MOURA, V. M. B. D.; SOBESTIANSKY, J.; BRITO, L. A. B. AVALIAÇÃO HISTOLÓGICA DE FÍGADO, RIM, TIREÓIDE, PARATIREÓIDE E OSSO DE SUÍNOS EM TERMINAÇÃO SUBMETIDOS A DIFERENTES DIETAS. Ciência Animal Brasileira / Brazilian Animal Science, Goiânia, v. 9, n. 4, p. 1128–1137, 2008. Disponível em: https://revistas.ufg.br/vet/article/view/1573. Acesso em: 2 jul. 2022.

Edição

Seção

Medicina Veterinária