PERFIL METABÓLICO DE OVELHAS SANTA INÊS EM DIFERENTES FASES DE GESTAÇÃO CRIADAS EM SISTEMA SEMI-INTENSIVO NO ESTADO DO AMAZONAS

Autores

  • Roseane P. Martins de Oliveira Universidade Federal do Amazonas
  • Alen Henrique P. Maduro Universidade Federal do Amazonas
  • Franklyn Ferreira de Oliveira Médico Veterinário Autônomo, Consultor Da F.R Consultoria Veterinária
  • Emerson Silva Lima Professor Adjunto da Faculdade de Ciências Farmacêuticas da Universidade Federal do Amazonas- UFAM, Manaus, AM.

DOI:

https://doi.org/10.5216/cab.v15i1.15720

Palavras-chave:

ovinos, défici metabólico, Amazônia

Resumo

O objetivo deste trabalho foi avaliar a condição metabólica nutricional de ovelhas em diferentes fases de gestação. A análise do perfil metabólico foi feita por meio da coleta de sangue, utilizando-se 30 ovelhas distribuídas em três grupos de acordo com a fase de gestação (dias), sendo G1: entre 50 e 60 dias; G2: entre 80 e 90 dias; e G3: entre 130 e 140 dias. As análises dos metabólitos foram realizadas por kits comerciais. As concentrações de proteínas totais, albumina, globulinas e ureia não diferiram entre si, com exceção da ureia que apresentou níveis aumentados. As médias de glicose mantiveram-se abaixo do valor normal mínimo. Para colesterol, as médias foram 89,86 mg/dL, 86,01 mg/dL e 92,23 mg/dL para o G1, G2 e G3, respectivamente. Os animais do G1 e G2 tiveram médias de triglicerídeos estatisticamente iguais, diferindo dos animais do G3. As médias de ?-hidroxibutirato mantiveram-se dentro da referência. Os níveis de cálcio estiveram abaixo da referência, observando-se o valor mais baixo no G3 (8,86 mg/dL). Os níveis de fósforo apresentaram-se diminuídos no G3. Nenhuma das fases de gestação apresentou deficiências severas no aporte proteico e energético da dieta, havendo a necessidade de adequação de cálcio e fósforo para o final da gestação.

PALAVRAS-CHAVE: Amazônia; déficit metabólico; dieta.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Roseane P. Martins de Oliveira, Universidade Federal do Amazonas

Roseane Pinto Martins de Oliveira é Médica Veterinária, Professora Adjunto da Universidade Federal do Amazonas, lotada no departamento de Produção Animal e Vegetal da Faculdade de Ciências Agrárias. Sua área de atuação é reprodução animal, perfil metabólico, nutrição X reprodução. Coordena o Laboratório de Anatomia e Fisiologia Animal-LAFA/FCA/UFAM.

Alen Henrique P. Maduro, Universidade Federal do Amazonas

Zootecnista formado pela UFAM

Franklyn Ferreira de Oliveira, Médico Veterinário Autônomo, Consultor Da F.R Consultoria Veterinária

Médico Veterinário Autônomo, Consultor Da F.R Consultoria Veterinária

Emerson Silva Lima, Professor Adjunto da Faculdade de Ciências Farmacêuticas da Universidade Federal do Amazonas- UFAM, Manaus, AM.

Professor Adjunto da Faculdade de Ciências Farmacêuticas da Universidade Federal do Amazonas- UFAM, Manaus, AM.

Downloads

Publicado

2014-03-28

Como Citar

DE OLIVEIRA, R. P. M.; MADURO, A. H. P.; DE OLIVEIRA, F. F.; LIMA, E. S. PERFIL METABÓLICO DE OVELHAS SANTA INÊS EM DIFERENTES FASES DE GESTAÇÃO CRIADAS EM SISTEMA SEMI-INTENSIVO NO ESTADO DO AMAZONAS. Ciência Animal Brasileira / Brazilian Animal Science, Goiânia, v. 15, n. 1, p. 81–86, 2014. DOI: 10.5216/cab.v15i1.15720. Disponível em: https://revistas.ufg.br/vet/article/view/15720. Acesso em: 19 maio. 2024.

Edição

Seção

Medicina Veterinária