TOPOGRAFIA VÉRTEBRO-MEDULAR EM SAGUI-DE-TUFO-BRANCO (Callithrix jacchus, LINNAEUS 1758)

Autores

  • Luana Célia Stunitz da Silva Discente do Departamento de Cirurgia, Programa de Pós-graduação em Anatomia dos Animais Domésticos e Silvestres da Faculdade de Medicina Veterinária da Universidade de São Paulo (FMVZ–USP), Av. Prof. Dr. Orlando Marques de Paiva, 87 - CEP 05508 270 - São Paulo/SP – Brasil. Autor para correspondência: luanastunitz@usp.br
  • Camila Ercolini Barroso Discente do Departamento de Cirurgia, Programa de Pós-graduação em Anatomia dos Animais Domésticos e Silvestres da Faculdade de Medicina Veterinária da Universidade de São Paulo (FMVZ–USP).
  • Valdir Pavanelo Junior Discente do Departamento de Cirurgia, Programa de Pós-graduação em Anatomia dos Animais Domésticos e Silvestres da Faculdade de Medicina Veterinária da Universidade de São Paulo (FMVZ–USP).
  • Pedro Primo Bombonato Docente do Departamento de Cirurgia, Faculdade de Medicina Veterinária da Universidade de São Paulo (FMVZ–USP).

DOI:

https://doi.org/10.5216/cab.v14i4.15067

Palavras-chave:

Anatomia Veterinária, Sistema nervoso, Medula espinhal, Callithrix jacchus

Resumo

Devido à importância do estudo da morfologia da medula espinhal, tendo em vista a sua aplicabilidade na clínica veterinária na punção de líquido cefalorraquidiano, na localização de lesões nervosas em níveis vertebrais e nas anestesias epidurais, objetivou-se analisar e descrever a medula espinhal e a topografia vértebro-medular em primatas da espécie Callithrix jacchus (sagui-de-tufo-branco). Para tanto, foram utilizados dez espécimes adultos, 5 fêmeas e 5 machos, entre 170g a 300g procedentes de um criadouro de animais selvagens e que vieram a óbito por causas naturais. Após fixação em solução de formaldeído 10%, os animais foram incisados na linha mediana dorsal, do forame magno até a base da cauda, com retirada da musculatura epaxial e dos arcos vertebrais para a exposição da medula espinhal. Em seguida efetuaram-se as mensurações do comprimento total da medula espinhal, do cone medular e das duas intumescências, a cervical e a lombar, realizando-se também a esqueletopia de tais estruturas. Com o material analisado e a técnica empregada, pode-se concluir que a medula espinhal do sagui-de-tufo-branco (Callithrix jacchus) possui um padrão morfométrico e morfológico característico e, mediante a descrição morfológica do cone medular, localizado entre L2-L5, sugere-se que a anestesia epidural nesta espécie seja realizada na região lombosacra.

PALAVRAS-CHAVE: Anatomia veterinária; Callithrix jacchus, medula espinhal; sistema nervoso.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luana Célia Stunitz da Silva, Discente do Departamento de Cirurgia, Programa de Pós-graduação em Anatomia dos Animais Domésticos e Silvestres da Faculdade de Medicina Veterinária da Universidade de São Paulo (FMVZ–USP), Av. Prof. Dr. Orlando Marques de Paiva, 87 - CEP 05508 270 - São Paulo/SP – Brasil. Autor para correspondência: luanastunitz@usp.br

Area de Anatomia dos Animais Domésticos e Selvagens, Departamento de Cirurgia, USP.

Camila Ercolini Barroso, Discente do Departamento de Cirurgia, Programa de Pós-graduação em Anatomia dos Animais Domésticos e Silvestres da Faculdade de Medicina Veterinária da Universidade de São Paulo (FMVZ–USP).

Area de Anatomia dos Animais Domésticos e Selvagens, Departamento de Cirurgia, USP.

Valdir Pavanelo Junior, Discente do Departamento de Cirurgia, Programa de Pós-graduação em Anatomia dos Animais Domésticos e Silvestres da Faculdade de Medicina Veterinária da Universidade de São Paulo (FMVZ–USP).

Area de Anatomia dos Animais Domésticos e Selvagens, Departamento de Cirurgia, USP.

Pedro Primo Bombonato, Docente do Departamento de Cirurgia, Faculdade de Medicina Veterinária da Universidade de São Paulo (FMVZ–USP).

Area de Anatomia dos Animais Domésticos e Selvagens, Departamento de Cirurgia, USP.

Downloads

Publicado

2013-12-17

Como Citar

STUNITZ DA SILVA, L. C.; BARROSO, C. E.; JUNIOR, V. P.; BOMBONATO, P. P. TOPOGRAFIA VÉRTEBRO-MEDULAR EM SAGUI-DE-TUFO-BRANCO (Callithrix jacchus, LINNAEUS 1758). Ciência Animal Brasileira / Brazilian Animal Science, Goiânia, v. 14, n. 4, p. 462–467, 2013. DOI: 10.5216/cab.v14i4.15067. Disponível em: https://revistas.ufg.br/vet/article/view/15067. Acesso em: 22 maio. 2024.

Edição

Seção

Medicina Veterinária