PARÂMETROS BIOQUÍMICOS DE Piaractus mesopotamicus E Colossoma macropomum (CHARACIDAE) E HÍBRIDO TAMBACU (P. mesopotamicus x C. macropomum)

Autores

  • Marcos Tavares-Dias Embrapa Amapá
  • Flávio Ruas Moraes Centro de Aquicultura da UNESP(CAUNESP)

DOI:

https://doi.org/10.5216/cab.v11i2.1364

Palavras-chave:

Sanidade Animal

Resumo

Estudaram-se os valores de glicose plasmática, proteína total sérica e íons séricos (cálcio, potássio, magnésio, sódio e cloreto) em jovens de Colossomoma macropomum Cuvier 1818, Piaractus mesopotamicus Holmberg 1887 e híbrido tambacu (P. mesopotamicus x C. macropomum), mantidos em cultivo intensivo. As concentrações plasmáticas de glicose no híbrido tambacu foram maiores que em P. mesopotamicus e C. macropomum. Os níveis de proteínas totais em P. mesopotamicus foram maiores em C. macropomum e híbrido tambacu. O C. macropomum apresentou maior concentração de sódio e cloreto, ao passo que o P. mesopotamicus mostrou maior concentração de potássio e magnésio. Porém, os níveis de cálcio mostraram-se similares nas três espécies estudadas. O híbrido tambacu apresentou os menores níveis de proteínas totais e níveis intermediários de potássio, sódio, magnésio e cloreto quando comparado ao P. mesopotamicus e C. macropomum. Foram estabelecidos valores basais para peixes sadios criados em cativeiro, os quais poderão ser usados em estudos de comparação futura em populações selvagens de P. mesopotamicus e C. macropomum.

PALAVRAS-CHAVES: Bioquímica, Colossoma macropomum, peixes de água doce, Piaractus mesopotamicus, sangue.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marcos Tavares-Dias, Embrapa Amapá

É pesquisador A da Empresa Brasileira de Pesquisa Apropecuária do Amapá (EMBRAPA-AP) na área de Sanidade de Organismos Aquáticos, atuando nas linhas de doencas, hematologia e parasitologia de peixes e camarão, além de aquicultura.

Flávio Ruas Moraes, Centro de Aquicultura da UNESP(CAUNESP)

Médico Veterinário, professor titular da cadeira de Patologia do Departamento de Patologia Animal da FCAV, UNESP, Jaboticabal. Vice-Coordenador do Programa de Pós-Graduação do CAUNESP

Publicado

2010-06-23

Como Citar

TAVARES-DIAS, M.; MORAES, F. R. PARÂMETROS BIOQUÍMICOS DE Piaractus mesopotamicus E Colossoma macropomum (CHARACIDAE) E HÍBRIDO TAMBACU (P. mesopotamicus x C. macropomum). Ciência Animal Brasileira / Brazilian Animal Science, Goiânia, v. 11, n. 2, p. 363–368, 2010. DOI: 10.5216/cab.v11i2.1364. Disponível em: https://revistas.ufg.br/vet/article/view/1364. Acesso em: 17 jul. 2024.

Edição

Seção

Medicina Veterinária