EFEITO DAS TÉCNICAS TRANSCERVICAL E LAPAROSCÓPICA SOBRE A TAXA DE PRENHEZ DE OVELHAS INSEMINADAS EM TEMPO-FIXO

Autores

  • Viviane Rohrig Rabassa
  • Vinícius Coitinho Tabeleão
  • Luiz Francisco Machado Pfeifer
  • Augusto Schneider
  • Evâneo Alcides Ziguer
  • Eunice Schossler
  • Neimar C. Severo
  • Francisco Augusto Burket del Pino
  • Marcio Nunes Corrêa

Resumo

O objetivo deste experimento foi avaliar o efeito das técnicas transcervical e laparoscópica sobre a taxa de prenhez de ovelhas inseminadas em tempo-fixo. A taxa de prenhez para as técnicas transcervical e laparoscópica foi de 40% (p>0.05). Quanto ao local de deposição do sêmen na inseminação artificial (IA) transcervical, não houve diferença na taxa de prenhez (p>0.05), com taxas de 25.0% na cervical superficial, 43.7% cervical médio, 41.7% cervical profundo e 50.0% intra-uterino. Estes resultados demonstram que a IA transcervical apresenta resultados semelhantes aos obtidos com o uso de laparoscopia, quando estas técnicas são realizadas em tempo-fixo. PALAVRAS-CHAVE: Cérvix, intrauterino, sêmen congelado, tracionamento

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2007-04-20

Como Citar

RABASSA, V. R.; TABELEÃO, V. C.; PFEIFER, L. F. M.; SCHNEIDER, A.; ZIGUER, E. A.; SCHOSSLER, E.; SEVERO, N. C.; DEL PINO, F. A. B.; CORRÊA, M. N. EFEITO DAS TÉCNICAS TRANSCERVICAL E LAPAROSCÓPICA SOBRE A TAXA DE PRENHEZ DE OVELHAS INSEMINADAS EM TEMPO-FIXO. Ciência Animal Brasileira / Brazilian Animal Science, Goiânia, v. 8, n. 1, p. 127–134, 2007. Disponível em: https://revistas.ufg.br/vet/article/view/1164. Acesso em: 6 fev. 2023.

Edição

Seção

Medicina Veterinária