EFEITOS DA INCLUSÃO DA LEVEDURA SECA ( SACCHAROMYCES CEREVISIAE) SOBRE A CARCAÇA E NA COMPOSIÇÃO DA CARNE DE COELHOS

Autores

  • Julicelly Gomes Barbosa
  • Ludmila da Paz Gomes da Silva
  • Edimar Mesquita de Oliveira
  • Walter Esfrain Pereira
  • Aderbal Cavalcante Neto
  • Marcia Roseane Targino de Oliveira
  • Ariosvaldo Nunes de Medeiros
  • Jeane Karla de Mendonça Motas

Resumo

O presente trabalho foi realizado no Setor de Cunicultura, do Departamento de Zootecnia, da Universidade Federal da Paraíba, em Areia, com o objetivo de verificar os efeitos da inclusão da levedura seca (Saccharomyces cerevisiae) sobre a qualidade da carcaça e na composição da carne de coelhos. Alimentaram-se os animais com níveis de inclusão de 0%, 6%, 12% e 18% de levedura seca (Saccharomyces cerevisiae). Utilizaramse coelhos da raça Nova Zelândia branca, sendo dezesseis machos e dezesseis fêmeas. O delineamento experimental foi o inteiramente casualizado, com quatro tratamentos e oito repetições. Ao término do experimento, os animais foram pesados e abatidos para avaliação das seguintes características: peso da carcaça (PC), peso da pele (PP), peso da cabeça (PCb), peso da coxa (PCx), peso do lombo (PL), peso do tórax (PT), peso das patas (Ppa) e rendimento da carcaça (RC). Das partes viscerais, pesaram-se: estômago, intestino, pulmão, coração, fígado, rins e o baço. Pela análise de variância não houve efeito significativo (P>0,05) entre as variáveis estudadas. Portanto, a inclusão da levedura seca não afetou as características estudadas da carcaça, apresentando diferença para as vísceras: pulmão, intestino, coração e fígado. Retiradas amostras de carne da coxa dos coelhos para a análise da sua composição centesimal – proteína, gordura, cinzas e umidade – verificaram-se efeitos significativos (P < 0,05), nos níveis de inclusão da levedura seca na dieta dos coelhos, para todas as variáveis estudadas. Concluiu-se que a inclusão de levedura seca (Saccharomyces cerevisiae) na ração não afetou o rendimento da carcaça e dos cortes. Com a inclusão de 18% de levedura seca (Saccharomyces cerevisiae) na dieta dos coelhos, houve uma melhora na composição da carne, principalmente por aumentar o conteúdo da proteína. PALAVRAS-CHAVE: Alimentação, coelhos, nutrição.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2007-04-20

Como Citar

BARBOSA, J. G.; SILVA, L. da P. G. da; OLIVEIRA, E. M. de; PEREIRA, W. E.; CAVALCANTE NETO, A.; OLIVEIRA, M. R. T. de; MEDEIROS, A. N. de; MOTAS, J. K. de M. EFEITOS DA INCLUSÃO DA LEVEDURA SECA ( SACCHAROMYCES CEREVISIAE) SOBRE A CARCAÇA E NA COMPOSIÇÃO DA CARNE DE COELHOS. Ciência Animal Brasileira / Brazilian Animal Science, Goiânia, v. 8, n. 1, p. 51–58, 2007. Disponível em: https://revistas.ufg.br/vet/article/view/1158. Acesso em: 7 fev. 2023.

Edição

Seção

Produção Animal