Esta é uma versão desatualizada publicada em 2021-12-29. Leia a versão mais recente.

Metodologia Geozine

Narrando Experiências

Autores

  • Antônio Marcos Gomes da Silva Universidade Regional do Cariri-URCA

Palavras-chave:

Geozine, création, espaces de l’école, langage géographique

Resumo

Posologia: este texto é indicado àqueles que veem na educação liberdade e autonomia para o seu fazer pedagógico nas aulas de Geografia. Prescrição: tratar da metodologia Geozine no espaço escolar.  Advertência: a partir da seleção do material de apoio e, principalmente, naquilo que o professor conhece do universo dos seus alunos, do ponto de vista didático e pedagógico, recomenda-se, ainda, o uso desta metodologia à criação. Pode funcionar no ato pedagógico de ensinar, sempre que se questione sobre quais abordagens metodológicas e quais linguagens didáticas possibilitam a aprendizagem geográfica; e, se neste processo tem-se atentado à perspectiva de construção social e de criação do saber em Geografia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ANASTASIOU, Léa das Graças Camargo. Ensinar, aprender, apreender e processos de ensinagem. IN_____ e ALVES, Leonir Pessate (orgs.) Processos de ensinagem na universidade: pressupostos para as estratégias de trabalho em aula. 10ª ed. Joinville-SC: Editora da Univille, 2015. (Pp. 17-44)

CAVALCANTE, Tiago Vieira. Geografia literária em Rachel de Queiroz. Fortaleza, Edições UFC, 2019.

CAVALCANTI, Lana de Souza. Geografia, escola e construção de conhecimentos. Campinas-SP, Papirus, 2013.

CHAUÍ, Marilena. Convite à filosofia. São Paulo. Ed Ática. 2000.

DESIDERIO, Raphaela de Toledo. Composições e afetos com fotoáfricas: exercícios de pensamento na educação geográfica. Tese (Doutorado). Porto Alegre: Universidade Federal do Rio Grande do Sul – UFRGS, 2017.

DINIZ, Tereza Cândida Alves. O tempo gravado: imagens, memórias e representações na xilogravura de Juazeiro do Norte-CE (1954-2018). ANPUH-Brasil. 30º Simpósio Nacional de História. Recife, 2019.

Encontro Nacional de Prática de Ensino em Geografia – ENPEG: políticas, linguagens e trajetórias. Caderno de programação. Campinas-SP, Universidade Estadual de Campinas-UNICAMP, 2019.

KAERCHER, Nestor André. Das coisas que diz o autor Nestor, que saberá quem as ler, se as ler com atenção: Porto Alegre dos meus amores e dos meus homens. IN: PORTUGAL, Jussara Fraga et al. Formação e docência em Geografia: narrativas, saberes e práticas.

MAGALHÃES, Henrique. O rebuliço apaixonante dos fanzines. João Pessoa:

Marca de Fantasia, 2013.

PONTUSHKA, Nídia Nacib. PAGANELLI, Tomoko Lyda. CACETE, Núria Hanglei. Para ensinar e aprender Geografia. 3º ed. São Paulo: Cortez, 2009.

Salvador, EDUFBA, 2016. (P. 307-320)

SILVA, Antonio Marcos Gomes da. Geozine: linguagem para o ensino do conteúdo de região na Geografia escolar.122f. Dissertação mestrado. Universidade Federal do Rio Grande do Norte-UFRN, Natal: 2018.

SILVA, Antonio Marcos Gomes da. Xilogravura: os espaços da fé na arte de talhar em madeira. In: RIBEIRO, Emerson; BASTOS, Frederico de Holanda. (Orgs.). Educação geográfica: formação de professores, metodologias e ensino. Curitiba: Editora CRV, 2021, (p. 58-71).

SILVA, Eunice Isaias da. Temas geográficas na linguagem de quadrinhos. IN: ______ e PIRES, Lucineide Mendes (orgs). Desafios da didática de Geografia. Goiânia: Ed. Da PUC Goiás, 2013. (P.215-233).

SOUZA, Marcelo Lopes de. Paisagem. Os conceitos fundamentais da pesquisa sócio-espacial. Rio de Janeiro, Bertrand Brasil, 2013.

VIGOTSKI, Lev Semenovich. Aprendizagem e desenvolvimento intelectual na idade escolar. IN_____ et al. Linguagem, desenvolvimento e aprendizagem. 16 ª ed. São Paulo, Ícone, 2018. (p. 103-118)

Downloads

Publicado

2021-12-29

Versões

Como Citar

MARCOS GOMES DA SILVA, A. Metodologia Geozine: Narrando Experiências. Revista Terceiro Incluído, Goiânia, v. 11, n. 1, 2021. Disponível em: https://revistas.ufg.br/teri/article/view/71362. Acesso em: 30 mar. 2023.

Edição

Seção

ARTIGOS