Universidade e a relação subjetiva do estudante com a realidade acadêmica: relato de licenciandos de Pedagogia

Autores

  • Lorrine Borges Pinto Universidade Federal do Rio Grande do Norte

DOI:

https://doi.org/10.5216/teri.v9i1.56084

Palavras-chave:

Palavras-chave, Formação inicial. Significações. Subjetividade.

Resumo

A formação inicial é um momento de mudanças, que provoca variadas sensações diante da responsabilidade acadêmica. Desse modo, considerando o humano como ser social, histórico e cultural, o presente trabalho objetiva compreender e analisar as significações atribuídas por estudantes de Pedagogia do último período sobre a vida acadêmica na UFRN. Assim, foi elaborado um questionário através da plataforma Formulários Google, compreendendo oito respondentes. Os dados foram analisados qualitativamente, assim, qualificando as vivências desses sujeitos e suas significações acerca de sua formação. Os resultados demonstram que a maioria dos estudantes afirma a importância da formação inicial não só no âmbito acadêmico, mas também enquanto sujeito social e ativo, explicitando a felicidade de cursar uma graduação, bem como orgulho das vitórias alcançadas. Entretanto, os estudantes afirmam haver um cansaço exacerbado diante da quantidade de trabalhos acadêmicos e carga horária excessiva, gerando ansiedade, angústia e estresse. Desse modo, em consonância com as sugestões dos estudantes para o curso de Pedagogia e para a universidade, é necessário a continuidade da formação integral, mas também a reflexão dos efeitos da formação inicial na vida dos estudantes, em que pensar essas possibilidades vá além da academia, proporcionando ao educando subsídios para uma permanência saudável na universidade.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2019-12-31

Como Citar

PINTO, L. B. Universidade e a relação subjetiva do estudante com a realidade acadêmica: relato de licenciandos de Pedagogia. Revista Terceiro Incluído, Goiânia, v. 9, n. 1, p. 165–173, 2019. DOI: 10.5216/teri.v9i1.56084. Disponível em: https://revistas.ufg.br/teri/article/view/56084. Acesso em: 27 fev. 2024.

Edição

Seção

ARTIGOS