PRODUTIVIDADE DAS CARACTERÍSTICAS AGRONÔMICAS DA MAMONEIRA COM EFEITO DE ADUBAÇÃO ORGÃNICA E FERTILIZANTES QUÍMICOS EM CATOLÉ DO ROCHA-PB - DOI: 10.5216/teri.v4i2.35269

Autores

  • José Sebastião MELO FILHO UFCG. Universidade Federal de Campina Grande. Campus Pombal – PB. Centro de Ciências e Tecnologia Agroalimentar. Sistemas Agroindustriais.
  • Valdeci Andrade DANTAS Universidade Estadual da Paraíba. Departamento de Agrárias e Exatas. Ciências Agrárias.
  • Diego Frankley da Silva OLIVEIRA Universidade Estadual da Paraíba. Departamento de Agrárias e Exatas. Ciências Agrárias.
  • Leonardo Pereira da SILVA Universidade Estadual da Paraíba. Departamento de Agrárias e Exatas. Ciências Agrárias.
  • Fabiana Xavier COSTA Prof. Dra. do Departamento de Agrárias e Exatas da Universidade Estadual da Paraíba - UEPB/Campus IV. Bióloga, Doutorado em Recursos Naturais. CEP 58884-000 - Catolé do Rocha – Paraíba – Brasil.

DOI:

https://doi.org/10.5216/teri.v4i2.35269

Palavras-chave:

produção, fitomassa, nitrogênio

Resumo

Objetivou-se com este trabalho analisar a produtividade da mamoneira, após adubação com resíduos sólidos orgânicos (casca de pinhão manso) e doses crescentes de nitrogênio e fixas de fósforo nas condições edafoclimáticas. O experimento foi desenvolvido na área experimental do Campus IV da Universidade Estadual da Paraíba, no município de Catolé do Rocha – PB. Os tratamentos consistiram de uma combinação fatorial com duas formas de utilização de casca de pinhão manso (natural e moída). Na quantidade de 3 t/ha-1 e três doses de nitrogênio (0, 30, 60 Kg /ha-1), aplicado no cultivo em delineamento experimental de blocos ao acaso. Os resultados para as variáveis estudadas obtiveram-se efeito significativo em função de diferentes doses de nitrogênio na fitomassa do caule, fitomassa da raiz principal, número de sementes do cacho e a fitomassa de 100 sementes do cacho. Sendo que os maiores valores obtidos foi com a dose de 60 kg/ha-1, superando respectivamente as demais quantidades de 30 e 0 kg /ha-1N. Foi constatado que nenhuma das variáveis estudadas sofreu efeito significativo para fator tipo de casca.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

José Sebastião MELO FILHO, UFCG. Universidade Federal de Campina Grande. Campus Pombal – PB. Centro de Ciências e Tecnologia Agroalimentar. Sistemas Agroindustriais.

Mestre em Sistemas Agroindustriais – UFCG. Universidade Federal de Campina Grande. Campus Pombal – PB. Centro de Ciências e Tecnologia Agroalimentar. Sistemas Agroindustriais.   sebastiaouepb@yahoo.com.br

Valdeci Andrade DANTAS, Universidade Estadual da Paraíba. Departamento de Agrárias e Exatas. Ciências Agrárias.

Universidade Estadual da Paraíba. Departamento de Agrárias e Exatas. Ciências Agrárias.   valdeci.emepa@bol.com.br

Diego Frankley da Silva OLIVEIRA, Universidade Estadual da Paraíba. Departamento de Agrárias e Exatas. Ciências Agrárias.

Universidade Estadual da Paraíba. Departamento de Agrárias e Exatas. Ciências Agrárias.    diegofrankley.g3@gmail.com

Leonardo Pereira da SILVA, Universidade Estadual da Paraíba. Departamento de Agrárias e Exatas. Ciências Agrárias.

Universidade Estadual da Paraíba. Departamento de Agrárias e Exatas. Ciências Agrárias.   leonardopereira1992@gmail.com

Fabiana Xavier COSTA, Prof. Dra. do Departamento de Agrárias e Exatas da Universidade Estadual da Paraíba - UEPB/Campus IV. Bióloga, Doutorado em Recursos Naturais. CEP 58884-000 - Catolé do Rocha – Paraíba – Brasil.

Prof. Dra. do Departamento de Agrárias e Exatas da Universidade Estadual da Paraíba - UEPB/Campus IV. Bióloga, Doutorado em Recursos Naturais.  CEP 58884-000 - Catolé do Rocha – Paraíba – Brasil.

fabyxavierster@gmail.com

Downloads

Publicado

2014-12-30

Como Citar

MELO FILHO, J. S.; DANTAS, V. A.; OLIVEIRA, D. F. da S.; SILVA, L. P. da; COSTA, F. X. PRODUTIVIDADE DAS CARACTERÍSTICAS AGRONÔMICAS DA MAMONEIRA COM EFEITO DE ADUBAÇÃO ORGÃNICA E FERTILIZANTES QUÍMICOS EM CATOLÉ DO ROCHA-PB - DOI: 10.5216/teri.v4i2.35269. Revista Terceiro Incluído, Goiânia, v. 4, n. 2, p. 161–172, 2014. DOI: 10.5216/teri.v4i2.35269. Disponível em: https://revistas.ufg.br/teri/article/view/35269. Acesso em: 1 mar. 2024.