O ÍNDICE DE DESEMPENHO AMBIENTAL DOS PORTOS BRASILEIROS: PANORAMA E ANÁLISE CRÍTICA - DOI: 10.5216/teri.v4i1.33943

Autores

  • Jondison Cardoso RODRIGUES UFPA- Universidade Federal do Pará. Núcleo de Altos Estudos Amazônicos.

DOI:

https://doi.org/10.5216/teri.v4i1.33943

Palavras-chave:

índice, portos, sustentabilidade, Brasil

Resumo

O Índice de Desempenho Ambiental (IDA) dos portos brasileiros foi instituído por meio na Resolução nº 2650/ANTAQ-Agência Nacional de Transportes Aquaviários, no dia 26 de setembro de 2012. Essa Resolução disciplina os “instrumentos de acompanhamento e controle de gestão ambiental em instalações portuárias”, para avaliar por meio de indicadores, a eficiência e a qualidade da gestão ambiental. Além disso, essa Resolução vem disciplinar que para outorga para a construção, a exploração e a ampliação de terminal portuário é necessário a concessão de informações futuras relativas sobre a gestão, o monitoramento e a avaliação ambiental. Em virtude disso, o presente artigo possui dois objetivos: (1) identificar o panorama dos portos brasileiros com relação a esse índice; e, (2) analisar criticamente o IDA dos portos brasileiros. A análise se pauta na sociologia ambiental crítica. A abordagem de pesquisa é de cunho qualitativo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Jondison Cardoso RODRIGUES, UFPA- Universidade Federal do Pará. Núcleo de Altos Estudos Amazônicos.

Doutorando em Desenvolvimento Socioambiental pelo Núcleo de Altos Estudos Amazônicos.  É Licenciado em Ciências Naturais - Habilitação em Química pela UFPA, Especialista em Educação Ambiental e Uso Sustentável dos Recursos Naturais, Mestre em Ciências  Ambientais e Bolsista do Doutorado do CNPQ.

Downloads

Publicado

2014-06-30

Como Citar

RODRIGUES, J. C. O ÍNDICE DE DESEMPENHO AMBIENTAL DOS PORTOS BRASILEIROS: PANORAMA E ANÁLISE CRÍTICA - DOI: 10.5216/teri.v4i1.33943. Revista Terceiro Incluído, Goiânia, v. 4, n. 1, p. 44–65, 2014. DOI: 10.5216/teri.v4i1.33943. Disponível em: https://revistas.ufg.br/teri/article/view/33943. Acesso em: 21 maio. 2024.